Cuca diz que São Paulo não jogou mal e vê time sem confiança

Cuca não concorda com uma avaliação negativa da atuação do São Paulo no empate por 0 a 0 contra o lanterna Avaí, na noite deste sábado, na Ressacada, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Para o treinador, o time não jogou mal e lamentou a falta de confiança dos jogadores.

“No jogo de hoje, eu não consigo pôr que o São Paulo jogou mal. Teve todas as movimentações, usamos todo o elenco, as peças que temos à disposição para colocar o time à frente. Somos uma equipe que joga com um volante. A gente fica mais sentido pelo resultado não estar vindo do que por um mau futebol”, avaliou, em entrevista coletiva.

Com o resultado, o São Paulo fica no sétimo lugar do Brasileirão com 13 pontos, seis a menos que o líder Palmeiras, que tem um jogo a menos. Para piorar, o Tricolor chegou à marca de seis jogos sem vitória no ano, incluindo nessa conta as partidas contra o Bahia pela Copa do Brasil.

“Nesses seis jogos sem vitórias é difícil apontar um jogo que tivemos sido muito piores que o adversário. Contra o Bahia foram jogos iguais, ainda que a gente tenha sido eliminado, Cruzeiro foi jogo igual, o próprio Corinthians em Itaquera foi equilibrado”, disse.

O setor ofensivo vem sendo uma preocupação para Cuca. Nesta noite, o São Paulo teve o mesmo número de finalizações que o Avaí – foram sete erradas e apenas duas certas. Com sete gols, o Tricolor tem o sexto pior ataque do Brasileiro.

“O que mais lastima a gente é que você vai perdendo a confiança por não vir os resultados. Às vezes é por isso que não está finalizando tanto, porque não está com a confiança em dia, e a gente tem que ter perseverança para sair desse momento ruim”, concluiu.

Em crise, o São Paulo volta a campo na próxima quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), para enfrentar o Atlético-MG, no Independência, pela nona rodada do Brasileirão, a última antes da pausa para a Copa América.

O post Cuca diz que São Paulo não jogou mal e vê time sem confiança apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Everton sai machucado contra o Avaí e vira preocupação no São Paulo

Everton virou preocupação no São Paulo para o duelo com o Atlético-MG, previsto para a próxima quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), em Belo Horizonte, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Isso porque o atacante deixou a partida contra o Avaí, neste sábado, na Ressacada, machucado.

Aos 38 minutos do primeiro tempo, Everton sentiu dores no músculo adutor da coxa direita e precisou ser substituído por Marquinhos Calazans. O jogador, então, sentou no banco de reservas e lá chegou a chorar, conforme imagens exibidas pelo canal Premiere.

Convivendo com recorrentes problemas musculares, Everton já havia desfalcado o Tricolor no empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, no último domingo, no Pacaembu, em razão de uma concussão cerebral sofrida diante do Bahia, pela Copa do Brasil.

Everton será avaliado pelo departamento médico do São Paulo no retorno à capital para saber se poderá ficar à disposição para o confronto com o Galo. Já Tchê Tchê é desfalque certo. O volante terá de cumprir suspensão automática após levar o terceiro cartão amarelo no empate sem gols com o Avaí.

Com o empate com o Avaí, o São Paulo dorme no sétimo lugar do Brasileirão, com 13 pontos.

O post Everton sai machucado contra o Avaí e vira preocupação no São Paulo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Tchê Tchê leva cartão e desfalca o São Paulo contra o Atlético-MG

O volante Tchê Tchê desfalcará o São Paulo no duelo com o Atlético-MG, na próxima quinta-feira, na Arena Independência, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador foi advertido com o terceiro cartão amarelo durante o empate por 0 a 0 com o Avaí, neste sábado, na Ressacada.

Liziero, que seria seu substituto imediato, está descartado por conta de um entorse no tornozelo direito, sofrido no empate sem gols diante do Bahia, no dia 19 de maio, no Morumbi, pela quinta rodada do Brasileirão.

Assim, a tendência é que o técnico Cuca opte por Hernanes frente ao Atlético-MG. O meio-campista foi desfalque contra o Avaí após perder treinos da semana para resolver problemas particulares de seu filho Ezequiel, que mora na Itália.

Com o tropeço diante do Avaí, que é o lanterna da competição, o São Paulo dorme no sétimo lugar do Brasileiro, com 13 pontos. O resultado ainda aumenta o jejum para quatro jogos sem vitória no campeonato – são seis partidas sem vencer na temporada, se contabilizados os duelos com o Bahia pela Copa do Brasil.

O post Tchê Tchê leva cartão e desfalca o São Paulo contra o Atlético-MG apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

São Paulo volta a jogar mal e fica no zero com o lanterna Avaí

O São Paulo não foi páreo para o lanterna do Campeonato Brasileiro. Em uma nova atuação fraca, o Tricolor mostrou pouca inspiração e não passou de um empate por 0 a 0 com o Avaí, na noite deste sábado, na Ressacada, em duelo válido pela oitava rodada do torneio nacional.

O resultado é ruim para ambas as equipes. O time de Cuca, que aumentou o seu jejum para quatro jogos sem vencer no Brasileiro, dorme no sétimo lugar, com 13 pontos ganhos, seis a menos que o líder Palmeiras, que tem um jogo a menos. Já o Avaí, com míseros quatro pontos, ocupa a 20ª e última colocação na tabela.

Pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, a última antes da pausa para a Copa América, São Paulo e Avaí voltam a campo na próxima quinta-feira, às 20 horas (de Brasília). Enquanto o Tricolor visita o Atlético-MG na Arena Independência, o Leão encara o Palmeiras no Allianz Parque.

O Jogo – O primeiro tempo foi de futebol pobre e duro de assistir. Para furar a retranca rival, o São Paulo apostou na troca constante de posição entre os jogadores de frente, mas a medida se mostrou ineficiente, e o time não conseguiu criar chances de gol.

Nas poucas vezes que chegou com algum perigo foi através da bola parada. Aos 11 minutos, Reinaldo cobrou escanteio, e Pato testou para fora. Aos 40, Vitor Bueno bateu tiro de canto pela esquerda, mas Hudson não alcançou na segunda trave.

Para piorar, Everton sentiu a coxa direita e deu lugar a Marquinhos Calazans. O Avaí, por sua vez, levou certo perigo em alguns contra-ataques. Em um deles, Getúlio invadiu a área, mas tentou cortar Hudson e chutou em cima do volante, desperdiçando boa chance.

O segundo tempo começou na mesma toada: o São Paulo com problemas na criação, e o Avaí apostando no erro do rival. Para aumentar o poder ofensivo de seu time, Geninho colocou o meia Luan Pereira no lugar do zagueiro Ricardo. Cuca respondeu promovendo a entrada de Igor Gomes na vaga do apagado Vitor Bueno.

Aos 12, Pato voltou a subir livre na área após cobrança de escanteio, mas novamente errou o cabeceio e mandou pela linha de fundo. Dez minutos depois, Reinaldo voltou a levantar bola na área do Avaí e viu Bruno Alves testar para boa defesa de Vladimir.

Em sua última cartada, Cuca apostou em Everton Felipe e sacou Toró. A alteração, contudo, não alterou o panorama da partida. Reinaldo até fez Vladimir trabalhar em chute cruzado, mas o São Paulo, sem inspiração ofensiva, não conseguiu furar a defesa catarinense

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 0 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio da Ressacada, Florianópolis (SC)
Data: Sábado, dia 8 de junho de 2019
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Jean Marcio dos Santos (RN)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Cartão Amarelo: Ricardo, Betão, Brenner, Luan Pereira e Igor Fernandes (Avaí); Toró e Tchê Tchê (São Paulo)
Cartão Vermelho:
Gol: –

AVAÍ: Vladimir; Lourenço, Betão, Kunde e Igor Fernandes; Pedro Castro, Ricardo (Luan Pereira) e João Paulo; Getúlio, Caio Paulista (Brizuela) e Brenner (Daniel Amorim)
Técnico: Geninho

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Vitor Bueno (Igor Gomes); Toró (Everton Felipe), Alexandre Pato e Everton (Marquinhos Calazans)
Técnico: Cuca

O post São Paulo volta a jogar mal e fica no zero com o lanterna Avaí apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Dodô lamenta bola na trave, mas vê evolução do Cruzeiro após empate

O Cruzeiro mais uma vez terminou uma partida sem sair vencedor, mas segue em processo de evolução na visão do lateral esquerdo Dodô. Titular da equipe no 0 a 0 com o Corinthians, no estádio do Mineirão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o defensor acredita que a performance foi melhor do que em jogos anteriores principalmente por terminar o jogo sem ser vazado.

“Foram partidas diferentes. No passado tomamos muitos gols, mesmo fazendo gols. Hoje (sábado) foi diferente. Na frente não conseguimos fazer, a bola batendo não trave, não entrando”, disse o defensor, responsável por carimbar o poste direito do gol de Walter já na parte final do jogo, em chute cruzado.

Na avaliação do canhoto, a Raposa, classificada tanto na Libertadores da América quanto na Copa do Brasil, tem tudo para seguir em ascensão e completar um ótimo segundo semestre depois da parada para a Copa América. Antes do torneio de seleções, o time mineiro visita o Fortaleza, quarta-feira, no Castelão.

“Passamos por um momento difícil, mas temos melhorado nos últimos jogos. Tentar três pontos antes da parada para não ficar muito distante lá da frente”, concluiu o atleta do clube mineiro.

O post Dodô lamenta bola na trave, mas vê evolução do Cruzeiro após empate apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Thiago Galhardo lamenta chances perdidas, mas valoriza empate contra Bahia

O Ceará não saiu de um empate sem gols com o Bahia no Castelão neste sábado. Apesar do placar zerado, as duas equipes tiveram chances de marcar em uma partida movimentada, principalmente na segunda etapa.

O meia Thiago Galhardo, que foi o responsável pelas principais oportunidades do Vozão, lamentou os gols perdidos pela equipe, que segundo o jogador teve um bom desempenho no Castelão. O atleta ainda ressaltou que é importante pontuar no campeonato.

“Contra o Santos também tive uma oportunidade e acabei não fazendo. Não teve nenhuma chance claríssima, mas foram jogadas muito bem trabalhadas pelo time. Fizemos um bom jogo, devemos ter tido 70% de posse de bola, criamos oportunidades. Time do Bahia é isso, eles jogam por um contra-ataque, uma bola parada”, afirmou o meia ao Premiere.

“O importante é pontuar, se não ganha, não perde. O empate é um meio termo para nós, que vamos enfrentar o Vasco em busca de pontuar novamente”, completou.

Com o resultado, o Ceará foi a dez pontos somados, na provisória 11ª colocação. Na próxima rodada, o time visita o Vasco, na quinta-feira, às 19h15.

O post Thiago Galhardo lamenta chances perdidas, mas valoriza empate contra Bahia apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

América-MG vence o CRB e conquista primeira vitória na Série B

Jogadores do América-MG comemoram gol contra o CRB (Foto: Daniel Hott / América)

Pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, CRB e América-MG se enfrentaram neste sábado, no Estádio Rei Pelé. E quem saiu com os três pontos foram os mineiros, que venceram pelo placar de 3 a 1 e conquistaram o primeiro triunfo na competição. Léo Ceará marcou para os donos da casa, enquanto Rafael Bilu, Leandro Silva e Jonatas Belusso fizeram para os visitantes.

Com o resultado, o Galo perde a chance de entrar no G4 e passa a ocupar a sétima colocação, com dez pontos. O Coelho, por sua vez, deixa a lanterna do campeonato e fica na 18ª posição, somando cinco pontos.

Pela próxima rodada, o CRB entra em campo na terça-feira (11), às 21h30 (de Brasília). O Galo visita o Sport na Ilha do Retiro. O América-MG joga no mesmo dia, contra o Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid, às 20h30 (de Brasília).

O jogo

Jogando em casa, o CRB começou a partida pressionando o adversário. Avançando a marcação e trocando passes no campo de ataque, o Galo fez o América-MG recuar nos minutos iniciais. Porém, não conseguiu traduzir a pressão em chances perigosas. O lance de maior destaque da etapa inicial veio aos 37 minutos, pelo lado do Galo. Daniel Borges cruzou da direita e Léo Ceará emendou uma bela bicicleta. Contudo, a bola foi no centro do gol e Thiago defendeu.

Com poucas jogadas criadas, o primeiro tempo foi morno e terminou com o zero no placar. Porém, logo na volta do intervalo, aos seis minutos, Rafael Bilu abriu o placar para o Coelho. O atacante recebeu de Marcelo Toscano e tocou na saída de Mardden para colocar os mineiros na frente.

Aos 18 minutos, o Galo tentou dar sua resposta. Felipe Ferreira entrou livre na área do América-MG e chutou forte, exigindo boa defesa do goleiro Thiago. Três minutos depois, Ferrugem mandou para a área e Willie mandou para as redes, mas o assistente assinalou o impedimento no lance.

E a insistência do CRB deu resultado, já que Léo Ceará empatou a partida aos 24 minutos. Em cobrança de falta do camisa 9, a bola desviou em Ricardo Silva e morreu no canto direito de Thiago, igualando o marcador.

Logo em seguida, no entanto, Leandro Silva colocou o Coelho na frente de novo. O lateral aproveitou cobrança de falta de João Paulo e marcou de cabeça. Dois minutos depois, Neto Berola teve a chance de aumentar a vantagem. O atacante saiu livre, cara a cara com Mardden, mas mandou para fora.

Pouco depois, aos 30 minutos, o volante Mateus Silva levou o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o CRB com um jogador a menos. Com a vantagem numérica, os mineiros ainda marcaram o terceiro, com Jonatas Belusso. O atacante foi encontrado por Rafael Bilu e finalizou na saída do goleiro regatiano, dando números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
CRB 1 X 3 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data: Sábado, 8 de junho de 2019
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Luciano Benevides de Sousa (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF)
Cartões amarelos: Guilherme Costa, Mateus Silva (2), Ferrugem, Victor Ramos (CRB); Leandro Silva, Paulão (América-MG)
Cartão vermelho: Mateus Silva (CRB)
Gols: Léo Ceará, aos 24 minutos do segundo tempo (CRB); Rafael Bilu, aos seis minutos do segundo tempo; Leandro Silva, aos 27 minutos do segundo tempo; Jonatas Belusso, aos 36 minutos do segundo tempo (América-MG)

CRB: Mardden; Daniel Borges, Victor Ramos, Edson e Bryan; Mateus Silva, Ferrugem (Ewerton Páscoa) e Guilherme Costa (Willie); Felipe Ferreira; Alisson Farias e Léo Ceará (Patrick Kaway).
Técnico: Marcelo Chamusca

AMÉRICA-MG: Thiago; Leandro Silva, Paulão, Ricardo Silva e João Paulo; Luiz Fernando, Juninho e Zé Ricardo; Rafael Bilu (Ademir), Felipe Azevedo (Jonatas Belusso) e Marcelo Toscano (Neto Berola).
Técnico: Maurício Barbieri

O post América-MG vence o CRB e conquista primeira vitória na Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva