Vanderlei Luxemburgo afirma que vitória foi justa

A vitória do Vasco sobre o Fluminense no clássico disputado neste sábado, em São Januário, deixou o técnico Vanderlei Luxemburgo muito satisfeito.  Na entrevista coletiva, o treinador cruz-maltino disse que o resultado foi justo que os jogadores merecem parabéns pelo resultado. E ainda fez questão de lembrar a arbitragem, que tanta polêmica causou na partida diante do Grêmio.

“Foi uma vitória merecida, e os jogadores estão de parabéns. E outra coisa legal: não tivemos VAR”, destacou.

Para Vanderlei, o Vasco era superior ao Fluminense no primeiro tempo quando sofreu o gol numa saída de bola errada da defesa. O treinador disse que corrigiu algumas coisas na equipe para o segundo tempo e foi fazendo as mudanças que tinham sido treinadas durante a semana.

Ele se referiu a atuação de Bruno César que, segundo o técnico, atuou com qualidade e intensidade. E disse que até brincou com o jogador, perguntando se era a estreia dele no Vasco.

O treinador elogiou o comportamento da torcida que incentivou a equipe, mesmo quando estava em desvantagem no placar, porque sentiu a disposição da equipe.

“Esse ambiente que tivemos hoje é o do Vasco. A torcida apoiando a equipe mesmo no resultado adverso. Esse é o Vasco que todo mundo quer ver”, afirmou.

Luxemburgo comentou sobre a crise financeira vivida pelo Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Luxemburgo também analisou a crise financeira do clube e disse que pretende entrar no mesmo esquema dos jogadores na questão salarial. Ele reconhece que a situação da diretoria é difícil, mas ressaltou que a obrigação do Vasco é pagar os salários em dia.

“Eu quero entrar no mesmo esquema dos jogadores. Não vamos brigar. Obrigação do Vasco é pagar o salário. O presidente reconhece. Mas está difícil porque tem penhora. Nós conversamos com o presidente, ele pagou uma parte, e eu não entrei. Não é uma reclamação”, disse.

O post Vanderlei Luxemburgo afirma que vitória foi justa apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Flu fica com nove e Vasco vence de virada

O Vasco saiu vitorioso no clássico carioca disputada na manhã deste sábado, em São Januário. O time dirigido por Vanderlei Luxemburgo derrotou o Fluminense, de virada, por 2 a 1, em partida repleta de lances polêmicos. O Tricolor das Laranjeiras acabou a partida com nove jogadores, porque os zagueiros Digão e Frazan receberam cartão vermelho, no segundo tempo, e acabaram facilitando a tarefa do adversário. Leandro Castan e Bruno César anotaram os os gols do Vasco, enquanto Pedro marcou o único gol do Fluminense.

Com a vitória, o Vasco subiu para a 14ª colocação com 12 pontos ganhos, enquanto o Fluminense segue com nove pontos ganhos, na 16 ª colocação e, dependendo de outros resultados da rodada, pode cair para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Palmeiras, no Allianz Parque; o Fluminense vai receber o São Paulo, no Maracanã.

O jogo – Vasco começou a partida mantendo a posse de bola por mais de um minuto até que Yan Sasse finalizou e mandou para fora. Armado com apenas um atacante, uma vez que João Pedro recuava para a armação, o Fluminense se preocupava em tentar bloquear as investidas do Vasco que começou mais agressivo.

O jogo logo ficou tenso com os jogadores reclamando muito a cada dividida mais forte e dando trabalho ao árbitro para controlar os ânimos. Aos oito minutos, Marrony desarmou Bruno Silva e lançou Valdívia que bateu forte para boa defesa de Agenor.

Aos 12 minutos, após levantamento na área, Digão cabeceou na trave, mas foi marcado impedimento do zagueiro, anulando a jogada. O lance animou o Fluminense e, dois minutos depois, Pedro chutou e Sidão espalmou para escanteio. Após a cobrança, os tricolores pediram marcação de pênalti, alegando que a bola bateu na mão de Richard, mas o juiz mandou o jogo seguir.

Para tentar controlar o ímpeto do adversário, o time dirigido por Vanderlei Luxemburgo adiantou a marcação para atrapalhar o tradicional toque de bola da equipe tricolor.

Aos 19 minutos, o Vasco perdeu uma grande chance para marcar. Raul ganhou de Digão pelo e, na saída de Agenor, tocou para Marquinho na pequena área, mas Nino se antecipou e, de carrinho, desviou para escanteio, salvando a sua equipe.

A partida seguiu equilibrada, mas o Vasco se mostrava mais objetivo no ataque. Aos 28 minutos, após cobrança de falta, a bola sobrou para Yan Sasse que mandou a bomba, assustando o goleiro Agenor.

Aos 32 minutos, Bruno Silva voltou a perder a bola na entrada da área e Raul chutou, mas o volante do Fluminense conseguiu se recuperar e abafar a jogada.

O técnico Fernando Diniz foi obrigado a gastar uma substituição aos 38 minutos, quando o atacante João Pedro sentiu dores no pé direito e pediu para sair. Brenner entrou em seu lugar.

O Vasco voltou a criar uma nova chance aos 42 minutos. Após cobrança de falta,  Henriquez cruzou, Marrony desviou, mas Bruno Silva salvou quando o goleiro Agenor não tinha chances de defesa.

Quando tudo indicava que o primeiro tempo terminaria empatado, o Fluminense marcou, aos 46 minutos. Gilberto investiu pelo meio e tocou para Pedro que se livrou de Henriquez e tocou na saída de Sidão.

O segundo tempo começou com o Fluminense mostrando maior agressividade. Logo no primeiro minuto, Nenê cobrou falta para Pedro que bateu, de primeira, e mandou para fora. A pressão tricolor continuou e o técnico Vanderlei Luxemburgo decidiu alterar sua equipe antes dos dez minutos. Tiago Reis entrou no lugar de Marquinho, enquanto Bruno César ocupou a vaga de Yan Sasse. Com as mudanças, Valdívia recuou para atuar como armador.

Aos 11 minutos, o Fluminense passou a atuar com dez jogadores, porque o zagueiro Digão recebeu o segundo cartão amarelo por entrada dura e foi excluído do jogo. Para recompor o setor defensivo, o técnico Fernando Diniz trocou o meia Nenê, que saiu muito vaiado pela torcida vascaína, pelo zagueiro Frazan.

O Vasco quase empatou aos 13 minutos. Valdívia cobrou falta e a bola sobrou para Henriquez. O zagueiro colombiano chutou forte e a bola explodiu na trave defendida por Agenor.

Luxemburgo fez outra mudança tática no Vasco. Colocou o lateral-direito Raul Cáceres no lugar de Valdívia e adiantou Yago Pikachu, enquanto Bruno César que tinha começado na ponta direita, passou para o meio campo.

A pressão funcionou e o Vasco empatou aos 21 minutos. Após cruzamento na área tricolor, o goleiro Agenor rebate e a bola caiu com Leandro Castan. O primeiro chute bateu em Tiago Reis, mas a bola voltou para Castan que mandou para as redes, deixando tudo igual no placar.

Depois de empatar, o Vasco aumentou a pressão e, aos 26 minutos, após cruzamento de Cáceres e desvio de Nino, a bola sobrou para Bruno César que bateu forte e mandou para fora.

Dois minutos depois, o Fluminense perdeu mais um jogador. O zagueiro Frazan também recebeu cartão vermelho por falta em Pikachu que investia para o gol. Os jogadores tricolores reclamaram muito, mas o árbitro manteve a sua decisão.

Aos 30 minutos, o Vasco desempatou com Bruno César que bateu falta, com precisão, sem qualquer possibilidade de defesa com Agenor.

Logo depois de sofrer o gol, Fernando Diniz tirou o atacante Pedro e colocou o volante Airton.

Com apenas nove jogadores, o Fluminense encontrava muita dificuldade para chegar no ataque, uma vez que Brenner era o único avançado e era obrigado a recuar para ajudar seus companheiros na marcação.

Nos minutos finais, o time de São Januário apenas  passou a administrar a vantagem, enquanto o Fluminense ainda desperdiçou a última oportunidade com Brenner que recebeu na entrada da área e mandou por cima do travessão.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 x 1 FLUMINENSE

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de julho de 2019 (Sábado)
Horário: 11h(de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Público: 20.980 presentes
Cartão Amarelo: Yago Pikachu, Marrony, Tiago Reis, Henrique(Vas);  Daniel, Digão, Bruno Silva(Flu)
Cartão Vermelho: Digão, Frazan (Flu)

Gols:
VASCO: Leandro Castan, aos 21 minutos e Bruno César, aos 30 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Pedro, aos 46 minutos do primeiro tempo

VASCO:  Sidão, Yago Pikachu, Henriquez, Castan e Henrique; Richard, Raul e Marquinho(Tiago Reis); Yan Sasse(Bruno César), Valdivia(Raul Cáceres) e Marrony.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FLUMINENSE: Agenor, Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri Lima, Bruno Silva, Daniel e Nenê(Frazan); Pedro(Airton) e João Pedro(Brenner)
Técnico: Fernando Diniz

O post Flu fica com nove e Vasco vence de virada apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Vasco e Fluminense fazem confronto direto na parte debaixo da tabela

Nenê deve estrear no Fluminense – FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Um clássico carioca que já foi final de Campeonato Brasileiro será disputado neste sábado na condição de um confronto direto na luta para se afastar da zona de rebaixamento. Esta é a história do embate entre Vasco e Fluminense, que duelam a partir das 11h(de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 11ª rodada da competição. Em 1984, na decisão, o Tricolor levou a melhor. Agora, ambos aparecem com nove pontos e estão fora da zona da degola, aberta pelo Cruzeiro, apenas por conta dos critérios de desempate. Muito pouco para tamanha tradição.

O fato de os dois times estarem fazendo campanhas semelhantes, faz com que os vascaínos, comandados pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, esperem um choque muito equilibrado e decidido nos detalhes.

“Vai ser um jogo muito disputado e provavelmente definido nos detalhes, pois as duas equipes sabem o que pode representar para elas a conquista de uma vitória em um clássico como esse. São campanhas semelhantes e as torcidas querem muito a conquista de um triunfo. Ninguém vai querer cometer erros, portanto, as equipes vão se estudar ao longo de vários momentos e tentar buscar a vitória sem correr muitos riscos”, disse o lateral-direito Yago Pikachu.

Os tricolores, entendendo que o equilíbrio pode existir, querem impor o estilo e o ritmo da partida. “Não podemos mudar a nossa maneira de jogar, que é a de tentar nos impor e controlar o jogo. Mesmo sendo um clássico fora de casa, temos a nossa maneira de atuar. Temos que chegar em São Januário, fazer uma boa partida e buscar os três pontos”, disse o goleiro Agenor.

Os visitantes pretendem também melhorar o desempenho ofensivo para aproveitarem as poucas chances que surgem em jogos equilibrados. “Temos sim a necessidade de corrigirmos aquilo que mais nos estám incomodando que o fato de conseguirmos criar as jogadas e não transformarmos em gol. Isso está fazendo com que o Fluminense deixe alguns pontos importantes pelo caminho e contra o Vasco vamos precisar ser mais eficientes neste aspecto. É um clássico, a bola vai continuar sendo valorizada, mas teremos poucas chances de finalizar bem e precisamos aproveitá-las”, disse Fernando Diniz, treinador do Fluminense.

Se os tricolores apostam na melhora de alguns fundamentos, os vascaínos pretendem contar com o apoio dos torcedores. “Vamos muito concentrados para esse clássico em São Januário. Esperamos ver o estádio lotado, até porque iremos jogar num horário que a população gosta. Queremos ver nossa casa bonita. Que seja uma grande partida e jogo seja limpo, bem jogado. Que leve os três pontos aquele que for melhor. Espero que seja o time do Vasco”, disse o goleiro Fernando Miguel, um dos líderes do atual elenco.

Em termos de escalação, o Vasco apresenta mudanças em relação ao jogo contra o Grêmio. O zagueiro Leandro Castán, recuperado de lesão na coxa direita, reaparece e vai compor o setor com o colombiano Oswaldo Henríquez, que ganhou a disputa com Ricardo Graça. O atacante Rossi, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, será substituído por Yan Sasse, compondo trio ofensivo com Valdivia e Marrony.

No Fluminense o jogo deve marcar a estreia do meia Nenê, contratado após se desligar do São Paulo e que assumiria a vaga deixada pelo suspenso Paulo Henrique Ganso, advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Ceará. O volante Aírton, que volta de suspensão, assume o lugar de Yuri.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ X VASCO-RJ

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de julho de 2019 (Sábado)
Horário: 11h(de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

FLUMINENSE: Agenor, Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Aírton, Daniel e Nenê; Yony González, Pedro e João Pedro
Técnico: Fernando Diniz

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henriquez, Leandro Castan e Henrique; Richard, Raul e Marquinho; Yan Sasse, Valdivia e Marrony
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

O post Vasco e Fluminense fazem confronto direto na parte debaixo da tabela apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Luxemburgo esboça escalação do Vasco para clássico contra o Flu

O Vasco segue trabalhando de olho no clássico deste sábado, contra o Fluminense, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Após o jogo-treino do dia anterior, o técnico Luxemburgo realizou nesta quinta-feira um coletivo onde esboçou a formação para o duelo contra os tricolores.

Em todos os setores, Luxemburgo fez mudanças da equipe. Na defesa, Leandro Castán foi escalado entre os titulares ao lado de Henriquez. Na lateral esquerda, Henrique trabalhou mais uma vez na vaga de Danilo Barcelos.

Leandro Castan à disposição (Rafael Ribeiro/CRVG)

No meio, Marcos Júnior foi sacado do time. Assim, Luxemburgo optou por recuar Marquinho para o setor. Já no ataque, Yan Sasse assumiu a vaga de do suspenso Rossi. Outra novidade foi o retorno de Marrony. Valdívia completou o setor.

No coletivo, os titulares venceram por 2 a 1, de virada. Tiago Reis abriu o placar, mas Raul e Valdívia decretaram o triunfo da equipe principal.

Assim, o Vasco deve ir a campo no clássico com a seguinte formação: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Henriquez, Leandro Castán e Henrique; Richard, Raul e Marquinho; Yan Sasse, Valdivia e Marrony. Os cruzmaltinos precidsam de um bom resultado para se afastarem da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O post Luxemburgo esboça escalação do Vasco para clássico contra o Flu apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Vasco espera clássico contra o Fluminense decidido nos detalhes

Vasco encara o Flu na próxima rodada (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O Vasco segue se preparando para a partida contra o Fluminense neste sábado, às 11h (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes, com nove pontos conquistados, precisam vencer para se distanciarem da zona de rebaixamento. Porém, na visão dos atletas vascaínos, será um jogo, justamente pela semelhança entre as campanhas, marcado pelo equilíbrio.

“Vai ser um jogo muito disputado e provavelmente definido nos detalhes, pois as duas equipes sabem o que pode representar para elas a conquista de uma vitória em um clássico como esse. São campanhas semelhantes e as torcidas querem muito a conquista de um triunfo. Ninguém vai querer cometer erros, portanto, as equipes vão se estudar ao longo de vários momentos e tentar buscar a vitória sem correr muitos riscos”, disse o lateral-direito Yago Pikachu.

“O Vasco tem plenas condições de vencer o jogo e vamos trabalhar muito para isso, mesmo reconhecendo as dificuldades de se jogar contra uma equipe da qualidade do Fluminense”, completou o jogador.

O zagueiro Ricardo também falou sobre a partida e concordou com o companheiro. “O Vasco sabe que é uma partida importante para a sua trajetória dentro da competição. O Fluminense também necessita do resultado positivo. São duas equipes qualificadas e que desejam subir na tabela de classificação. Um clássico pode ajudar muito, pois é um jogo especial e que mexe com as duas torcidas”, disse.

“As duas equipes vão se estudar em um primeiro momento. Ambas precisam vencer, mas sabem que precisam atacar com responsabilidade, sem ficarem expostas. O importante é jogarmos com a determinação que estamos apresentando e tenho certeza de que podemos atingir nosso objetivo”, analisou o zagueiro.

O time para este clássico só deverá ser revelado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo minutos antes do clássico. O desfalque fica por conta do atacante Rossi, que cumpre suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo na derrota de 2 a 1 para o Grêmio no Rio Grande do Sul. Após o treino desta sexta-feira, marcado pela manhã, começa o período de concentração para o duelo com o Fluminense.

O post Vasco espera clássico contra o Fluminense decidido nos detalhes apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Vasco vence jogo-treino contra o Boavista por 3 a 0

O Vasco realizou um jogo-treino contra o Boavista na tarde desta quarta-feira, em São Januário, e venceu por 3 a 0. Após um primeiro tempo sem gols, Bruno César balançou as redes duas vezes e Marcos Jr. completou o placar par a equipe cruz-maltina.

Preparando a equipe para o clássico do próximo sábado contra o Fluminense, em casa, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, Wanderlei Luxemburgo escalou equipe próxima a que perdeu para o Grêmio na reestreia da temporada: Fernando Miguel; Pikachu, Ricardo, Castan, Henrique; Richard, Raul, Yan Sasse; Marrony, Marquinho e Valdívia.

(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Com a formação, nada de gols. No intervalo, o comandantes vascaíno colocou outra equipe em campo: Sidão; Cáceres, Breno, Werley, Danilo Barcelos; Fellipe Bastos, Andrey, Marcos Jr., Lucas Mineiro, Bruno César; Tiago Reis.

O Vasco melhorou com a segunda escalação e conseguiu tirar o zero do placar aos oito minutos. Após cruzamento da direita, o Boavista não conseguiu afastar completamente o perigo e Bruno Cesar aproveitou o rebote para acertar o ângulo esquerdo da meta adversária.

Em contra-ataque armado aos 22 minutos, Thiago Reis recebeu na esquerda e lançou para Bruno César, que corria livre na faixa central. O meia dominou de peito, invadiu a área e tocou na saída do goleiro para ampliar o placar em São Januário.

Autor dos dois gols, Bruno César também colocou bola para Cáceres na esquerda, que cruzou e encontrou Marcos Jr. na segunda trave. O meia testou com precisão e fechou o placar do jogo-treino aos 29 minutos.

O post Vasco vence jogo-treino contra o Boavista por 3 a 0 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva