Fluminense perde ação na Justiça contra o uso do nome “Tapetense”

Fluminense perdeu ação na Justiça e recorreu da decisão (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Nesta terça-feira, o juiz Tom Alexandre Brandão, da 2ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo, se posicionou sobre a ação judicial movida pelo Fluminense contra o jornalista Paulo Cezar de Andrade Prado, do Blog do Paulinho, que usou o termo “Tapetense” para se dirigir ao clube carioca.

A Justiça entendeu que o jornalista estava exercendo seu livre direito a crítica. O juiz ainda escreveu: “Bem faria o clube autor se lutasse por regras mais transparentes e justas no futebol nacional, ao invés de insurgir-se contra quem critica as distorções no cenário esportivo”.

O Fluminense exigia danos morais, com uma indenização de R$ 50 mil, além de que a postagem fosse apagada. O juiz porém julgou a ação improcedente. O Tricolor recorreu da medida e agora espera um novo julgamento. Se sair novamente derrotado, terá que arcar com as custas do processo.

Origem do termo

O termo Tapetão passou a ser utilizado de maneira provocativa ao Fluminense pelos episódios em que o clube escapou do rebaixamento por conta de decisões judiciais.

Isso aconteceu pela primeira vez em 1996, quando o time caiu em campo e acabou disputando o Brasileirão do ano seguinte por conta de suspeitas de fraudes envolvendo a arbitragem. Em 1997 caiu novamente e em 1998 foi rebaixado para a Série C, que ganharia em 1999. Em 2000, porém, acabou beneficiado pela Copa João Havelange e retornou para a elite nacional.

Em 2013, o Tricolor carioca foi rebaixado em campo novamente, mas se salvou nos bastidores, já que a Portuguesa escalou um jogador de forma irregular e perdeu pontos. A Lusa, então, foi rebaixada para a Série B e nunca mais disputou a elite do futebol brasileiro.

O post Fluminense perde ação na Justiça contra o uso do nome “Tapetense” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

São Caetano derrota Portuguesa em amistoso no Canindé

Azulão venceu amistoso (Foto: Fabrício Cortinove)

Na tarde desta segunda-feira, dois tradicionais clubes paulistas se enfrentaram em um amistoso. O São Caetano encarou a Portuguesa, no Canindé, e venceu por 2 a 1. Utilizando nomes que não participaram ou que atuaram por pouco tempo no fim de semana pelo Brasileiro Série D, o Azulão triunfou no estádio adversário.

Na primeira etapa, Cerezo aproveitou cruzamento de Wellington e abriu o placar para o clube do ABC. Já na etapa final, Eric Di Maria recebeu passe de Ermínio e fez o segundo do Azulão, enquanto o time da casa descontou em cabeceio de Thiago.

Autor do segundo gol da equipe visitante, Di Maria destacou o triunfo da equipe. “Essa vitória mostra a força do São Caetano. O nosso time não possui apenas onze jogadores, pois quem está de fora também quer ter uma oportunidade. E quando ela surgir, estamos preparados para fazer o melhor”, disse.

O meia também falou sobre a importância de balançar as redes. “Este gol conta muito na preparação para o Brasileiro. Ainda não atuei na Série D, mas, mesmo assim, não abaixei a cabeça e estou treinando forte para quando aparecer a chance ajudar o São Caetano”, completou Di Maria.

O São Caetano conquistou a primeira vitória na Série D no último sábado, quando goleou o Tubarão por 4 a 1, em casa. Pelo returno da primeira fase da competição nacional, os dois times voltam a se enfrentar no próximo domingo, dia 26, às 16h (de Brasília), no Estádio Domingos Gonzalez, em Tubarão.

O post São Caetano derrota Portuguesa em amistoso no Canindé apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Zé Maria deixa claro o que quer na Portuguesa: organização e trabalho

Ex-jogador do clube e agora técnico da Portuguesa, Zé Maria já chegou pedindo empenho de seus comandados. Disposto a mudar a situação da querida Lusa, o comandante da equipe afirmou os dois pontos principais de sua metodologia: a organização, em todos os níveis, e o trabalho.

“As coisas com mais organização funcionam melhor. O Zé Maria é muito exigente. Sabia que, pra chegar no meu objetivo, tinha que esforçar mais que os outros. Treinava mais, fazia um pouco mais. Falo sempre: não adianta dar 100%, 100% todo mundo dá. Isso que vou exigir e isso que eles vão fazer aqui. Fazer as mesmas coisas não deu resultado”, revelou, destacando o papel fundamental que sua paixão pela Portuguesa terá na campanha.

“Primeiro, tem que se demonstrar a paixão que se tem. Vou procurar transmitir a paixão que tenho por esse clube, essa camisa. Defendi vários clubes no mundo, e vou contar um segredo: primeira vez que joguei contra a Portuguesa, tremi as pernas e fui substituído no primeiro tempo. Pra mim era muito difícil enfrentar a Lusa. Essa é a paixão que eu tenho. O modo que tenho pra transmitir isso é com muita dedicação”, contou, antes de concluir.

Veja também: Zé Maria justifica acerto com a Portuguesa: “Loucura por amor”

“Vou ser o primeiro a chegar e o último a ir e, durante o treinamento, não vai ter pausa. Não vou ter problema, e sim os jogadores. Vamos mudar metodologia, intensidade de treinamento. Só conseguiremos reverter se trabalharmos mais. Do mais novo ao mais velho, vou tratar da mesma maneira e vão ter as mesmas oportunidades. Se o menino de 16 anos estiver melhor que o capitão, vai jogar, sem problema algum”, finalizou.

Depois de não alcançar o acesso para a primeira divisão do Campeonato Paulista neste ano, a única competição que resta a Lusa em 2019 é a Copa Paulista, que dá ao vencedor o direito de disputar ou a Série D ou a Copa do Brasil. A estreia dos comandados de Zé Maria no torneio será no dia 23 de junho, às 16h00 (horário de Brasília), contra o Desportivo Brasil.

* Especial para a Gazeta Esportiva

O post Zé Maria deixa claro o que quer na Portuguesa: organização e trabalho apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Técnico pede “todos remando para o mesmo lado” na Lusa

Zé Maria foi contratado na última semana e apresentado nesta segunda-feira (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

União. Essa tem que ser a palavra-chave na Portuguesa, de acordo com o novo técnico da equipe, Zé Maria. Apresentado oficialmente na última segunda-feira, o ex-lateral direito de 45 anos apontou as divergências internas como principal problema da Lusa nos últimos anos.

“Tem que ter mais união neste grupo, neste clube. Passei por vários presidentes, acho que todo mundo aqui tem que remar pro mesmo lado. Minha intenção hoje é tentar trazer todas as pessoas que vão no mesmo sentido”, afirmou.

Zé Maria pediu, também, uma aproximação dos dirigentes do clube do Canindé.

“Tem que ter uma aproximação dos conselheiros, das pessoas que estão por trás. Temos que ajudar a Portuguesa a crescer. Vai ser um trabalho do clube todo”, completou.

Depois de não alcançar o acesso para a primeira divisão do Campeonato Paulista neste ano, a única competição que resta a Lusa em 2019 é a Copa Paulista, que dá ao vencedor o direito de disputar ou a Série D ou a Copa do Brasil. A estreia dos comandados de Zé Maria no torneio será no dia 23 de junho, às 16h00 (horário de Brasília), contra o Desportivo Brasil.

O post Técnico pede “todos remando para o mesmo lado” na Lusa apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Zé Maria justifica acerto com a Portuguesa: “Loucura por amor”

Ídolo do clube, Zé Maria está de volta à Portuguesa. Nesta segunda-feira, o ex-lateral direito, que defendeu a Lusa nos anos 90, foi apresentado oficialmente como novo treinador da equipe paulista. Técnico desde 2008, ano de sua aposentadoria, essa será a primeira experiência do comandante em solo brasileiro.

Questionado sobre os motivos que o levaram a aceitar o convite rubro-verde, Zé Maria relembrou os velhos tempos, revelou pedidos por melhoria na estrutura do clube e falou, também, em “loucura por amor”.

Ex-lateral direito agora volta como técnico da equipe (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

“Já tinha visitado o CT, mudou bastante. Foi fundado na minha geração, tinha somente três campos. Hoje tem uma estrutura maior, mas que precisa melhorar muito, foi essa a minha conversa com o presidente. Uma das minhas principais exigências, para dar um resultado melhor, foi para que o CT fosse melhorado. Lógico que na medida do possível, porque sei das dificuldades e tenho que compreender isso. Quando aceitei o desafio, sabia da situação. As pessoas falavam: ‘pô, você é louco de ir pra Portuguesa’. Mas, por amor, a gente faz algumas loucuras. Essa é uma delas, vendo a situação que vive o clube hoje: sobrevivendo, respirando por aparelhos”, afirmou, antes de completar.

“Mas já vi muitas pessoas que respiravam por aparelhos voltarem a viver normalmente. Esse é meu objetivo e acredito que pode ser feito. Temos que melhorar, devagarzinho – essas semanas serão feitas algumas mudanças para priorizar a parte profissional. Ano que vem é o centenário da Portuguesa e nosso objetivo é devolver a Lusa a uma competição nacional”, concluiu.

Revelado nas categorias de base do Canindé, Zé Maria defendeu a Lusa de 1991 a 1996 e em 2008. Depois, passou por Flamengo, Parma, Vasco, Palmeiras, Cruzeiro e Inter de Milão, entre outros times, até começar sua carreira como treinador no Catanzaro, da Itália.

Zé Maria é ídolo da Portuguesa, por onde atuou duas vezes como jogador (Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press)

De volta após acumular experiências como técnico no futebol da Romênia, Quênia e Albânia, o ex-lateral direito de 45 anos quer que a Portuguesa volte a ser grande dentro de campo. Depois de não alcançar o acesso para a primeira divisão do Campeonato Paulista neste ano, a única competição que resta a Lusa em 2019 é a Copa Paulista, que dá ao vencedor o direito de disputar ou a Série D ou a Copa do Brasil.

“Tivemos várias conversas sobre um pouquinho de Portuguesa. Chegou um vídeo para mim, enquanto eu trabalhava na Albânia, que estavam destruindo as piscinas da Portuguesa e isso me deixou muito triste. Cresci dentro do Canindé, desde os meus 10, 11 anos de idade. Estreei no profissional e cheguei na Seleção por causa da Portuguesa. Falei ao presidente que poderia dar uma ajuda, tentando passar minha experiência de Europa. Foi uma das minhas propostas: tentar mudar e sair do círculo que está há muito tempo, para dar esse tipo de ajuda dentro do campo, que creio ser a melhor saída. Voltar a ser grande dentro do campo, esse é meu objetivo. Não posso mais jogar e não estou mais na fase, até porque a barriga não deixa mais (risos), mas acredito que com o conhecimento que adquiri nesses anos, posso ajudar um pouquinho a Portuguesa”, finalizou.

* Especial para a Gazeta Esportiva

O post Zé Maria justifica acerto com a Portuguesa: “Loucura por amor” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Ex-jogador, Zé Maria é anunciado como novo treinador da Portuguesa

Zé Maria atuou como jogador pela Lusa (Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press)

Na tarde desta terça-feira, a Portuguesa anunciou a contratação de Zé Maria como novo treinador do clube para a disputa da Copa Paulista. Ex-lateral-direito do clube nos anos 90, ele estava atuando como treinador no futebol da Albânia.

“Para mim voltar a trabalhar na Portuguesa, agora como treinador, é um motivo de orgulho, de amor, pois comecei aqui com 11 anos de idade, então vou buscar transmitir a todos o que eu senti aqui, esse orgulho de vestir a camisa da Lusa, independente da situação que ela se encontra. Vamos atrás dos resultados”, afirmou o novo treinador.

Zé Maria deverá será apresentando no Centro de Treinamento do Parque Ecológico do Tietê na próxima segunda-feira, data que está marcada a reapresentação do elenco luso.

“Vamos trabalhar duro para que possamos buscar o nosso objetivo que é colocar a Portuguesa de volta em seu lugar de destaque”, comentou o ex-jogador.

Revelado nas categorias de base da Lusa, Zé Maria teve duas passagens pelo clube do Canindé. A primeira de 1991 a 1996, quando vestiu a camisa rubro-verde em 119 partidas e marcou cinco gols. A segunda foi mais rápida no ano de 2008, pouco antes de se aposentar dos gramados.

Além do clube paulista, o então lateral atuou pelo Palmeiras, Cruzeiro e Vasco, no Brasil. Na Itália, passou pelo Perugia e Parma, e na Espanha, pelo Levante. Ele ainda atuou pela Seleção Brasileira e conquistou a Copa América de 1997. Após pendurar as chuteiras, começou a carreira no banco de reservas na Itália e passou por equipes da Romênia, Albânia e Quênia.

A Portuguesa estreia na Copa Paulista no dia 23 de junho, às 16h (de Brasília), diante do Desportivo Brasil, no Canindé. O novo técnico também falou sobre a competição. “A Copa Paulista é uma competição muito importante para a Portuguesa, pois é o primeiro passo para a Lusa voltar a ter lugar de destaque, e por isso não podemos ter improvisações”, concluiu Zé Maria.

O post Ex-jogador, Zé Maria é anunciado como novo treinador da Portuguesa apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

FPF divulga tabela da Copa Paulista com clássicos na primeira rodada

A Federação Paulista de Futebol anunciou nesta segunda-feira a tabela da primeira fase da Copa Paulista. A competição, que envolve 24 times da capital e do interior, terá início no dia 23 de junho, um domingo, com nove jogos às 10 horas (de Brasília), dois às 15 horas e um às 16 horas.

Entre os jogos que abrem a 23ª edição da Copa Paulista estão vários clássicos regionais no interior. Em Limeira, a Inter recebe o XV de Piracicaba para um reencontro após as semifinais da Série A2 do Campeonato Paulista. Rio Claro e Velo Clube disputam o Dérbi Rio-Clarense.

A Copa Paulista será disputada entre junho e novembro (Foto: Amanda Rocha/FPF)

Outros clássicos movimentarão a primeira rodada da competição na Grande São Paulo. Em diadema, Água Santa e São Bernardo se enfrentam em dérbi do ABC. Em São Paulo, o Juventus recebe o Corinthians, que disputará a Copa Paulista com time B. A Ponte Preta, que também disputará o torneio com elenco alternativo, estreia contra o São Caetano fora de casa.

Atual campeã da competição, o Votuporanguense inicia a defesa do título em casa, recebendo o Comercial, de Ribeirão Preto. Já a vice-campeã Ferroviária estreia fora de casa, visitando o Mirassol.

Após a disputa da primeira fase, que se estende até 24 de agosto, quatro dos seis times de cada grupo avançam para a segunda fase, que será disputada em quatro grupos de quatro membros. As duas melhores equipes de cada grupo avançam para a terceira fase, disputada novamente em grupos de quatro times. Os dois melhores de cada chave disputarão a fase semifinal. As finais serão nos dias 24 e 30 de novembro.

Jogos da primeira rodada da Copa Paulista

23/06 (domingo)

GRUPO 1
10h00 Votuporanguense x Comercial
10h00 Linense x Batatais
10h00 Mirassol x Ferroviária

GRUPO 2
10h00 Inter de Limeira x XV de Piracicaba
10h00 Rio Claro x Velo Clube
15h00 Atibaia x Noroeste

GRUPO 3
10h00 Juventus x Corinthians
10h00 Taubaté x Nacional
16h00 Portuguesa x Desportivo Brasil

GRUPO 4
10h00 Água Santa x São Bernardo
10h00 São Caetano x Ponte Preta
15h00 Santo André x Grêmio Osasco

O post FPF divulga tabela da Copa Paulista com clássicos na primeira rodada apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva