Há 28 jogos invicto no Brasileiro, Palmeiras mira aumentar recorde

Atual ganhador do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras defende uma série de 28 partidas consecutivas sem derrota pelo torneio nacional. Contra o Botafogo, a equipe comandada pelo técnico Luiz Felipe Scolari pretende aumentar seu próprio recorde.

Rumo ao título da edição de 2018 do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras acumulou 17 vitórias e seis empates. Nesta temporada, o time alviverde somou mais quatro triunfos e uma igualdade. No total, portanto, a equipe contabiliza uma série de 21 vitórias e mais sete empates.

Para estabelecer o novo recorde de invencibilidade do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, o time dirigido por Felipão superou uma marca da antiga Academia de Futebol. Entre as edições de 1972 e 1973, ambas vencidas pelo clube alviverde, foram 26 jogos sem derrota (18 vitórias e oito empates).

O confronto entre Palmeiras e Botafogo, marcado para as 16 horas (de Brasília) deste sábado, será válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Dono do manco de campo, o time do Rio de Janeiro escolheu promover o jogo no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Felipão não deu pistas sobre a escalação, mas uma formação provável tem Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique e Zé Rafael; Gustavo Scarpa, Dudu e Deyverson. Felipe Melo (suspenso) e Raphael Veiga (lesionado) são desfalques.

O post Há 28 jogos invicto no Brasileiro, Palmeiras mira aumentar recorde apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Fora por contrato, Erik tem números superiores a todos os atacantes do Palmeiras

Erik tem feito a diferença no Botafogo (Foto: NORBERTO DUARTE / AFP)

No duelo diante do Botafogo, marcado para este sábado, às 16 horas (de Brasília), no Mané Garrincha, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras escapará de enfrentar o principal nome time de Eduardo Barroca na temporada. Trata-se do atacante Erik, que, emprestado pelo clube paulista, não poderá atuar por questões contratuais.

Contratado pelo Verdão junto ao Goiás por R$ 13 milhões nos últimos dias de 2015, Erik nunca conseguiu se firmar no Verdão, tendo marcado apenas três gols nos 44 jogos que disputou pelo clube entre 2016 e 2017. No ano seguinte, o atacante foi emprestado ao Atlético-MG com contrato até o final da temporada, porém, sem ganhar oportunidades, trocou o Galo pelo Botafogo em agosto.

Defendendo o Alvinegro de General Severiano, Erik, enfim, conseguiu recuperar o bom futebol que apresentou no Esmeraldino e despertou o interesse do Palmeiras. O jogador, inclusive, foi lembrado por muitos dos torcedores palmeirenses na reta final do Campeonato Brasileiro, quando, atuando pelo Fogão, marcou gols contra rivais diretos do time palestrino na briga pelo título nacional.

Erik custou R$ 13 milhões ao Palmeiras (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Dono de ótimos números no segundo semestre de 2018, Erik estava nos planos do Palmeiras para a temporada de 2019. O atacante, ciente de que não teria uma sequência sob os comandos de Luiz Felipe Scolari por conta das chegadas de Zé Rafael, Felipe Pires e Carlos Eduardo, pediu para ser emprestado ao Botafogo mais uma vez. O clube paulista fez jogo duro, mas acabou cedendo e emprestou o jogador ao time carioca por mais uma temporada.

Adaptado ao Botafogo, Erik soma estatísticas invejáveis nesta temporada. Atuando na maioria dos jogos como ponta – posição em que sofreu para exercer nos tempos de Palmeiras – em decorrência da chegada de Diego Souza, o jogador possui nove gols em 22 jogos, dados que o colocam como segundo atleta que mais ‘decide’ entre os time da Série A temporada, com 28%, perdendo apenas para Fred, do Cruzeiro. Vale ressaltar que o Fogão marcou apenas 32 vezes na temporada.

Por questão de curiosidade, Erik balançou as redes em maior quantidade que qualquer jogador do elenco palmeirense. Se compararmos especificamente com Dudu, o atacante botafoguense tem menos partidas – o ídolo do Palmeiras tem 25 -, mas ostenta a mesma quantidade participações em gols, com 12.

Confira os números de Erik em comparação com os homens de frente do Palmeiras:

Erik: 9 gols e 3 três assistências em 22 jogos
Dudu: 3 gols e 9 assistências em 25 jogos
Deyverson: 5 gols e uma assistência em 17 jogos
Gustavo Scarpa: 7 gols e 3 assistências em 18 jogos
Borja: 3 gols e uma assistência em 13 jogos
Hyoran: 2 gols e 3 assistências em 10 jogos
Zé Rafael: 2 gols e uma assistência em 11 jogos
Felipe Pires: 1 gol e nenhuma assistência em 16 jogos
Carlos Eduardo 1 gols e nenhum assistência em 11 jogos

O post Fora por contrato, Erik tem números superiores a todos os atacantes do Palmeiras apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Palmeiras visita o Botafogo em Brasília para engrenar de vez no Brasileiro

O Palmeiras busca a quarta vitória seguida (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Buscando engatar a quarta vitória consecutiva, seguir na liderança e manter uma invencibilidade histórica no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta neste sábado, às 16h (de Brasília), o Botafogo no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), na abertura da sexta rodada. O duelo estava anteriormente programado para o Rio de Janeiro, mas o Alvinegro vendeu o mando de campo a organizadores por R$ 650 mil.

Após poupar titulares na vitória para cima do Sampaio Corrêa, no meio de semana, pela Copa do Brasil, o Palmeiras deverá ter força máxima para o duelo com o Botafogo. A grande novidade fica por conta de Gustavo Scarpa, que esta recuperado de uma rotura parcial na origem do tendão solear (porção de trás e lateral do joelho) e deve voltar a entrar a campo após mais de duas semanas.

Os desfalques, no entanto, ficam por conta do atacante Willian (em processo de transição após lesão grave no ligamento cruzado anterior do joelho direito), o volante Felipe Melo (suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos) e meio-campista Raphael Veiga (contundido no músculo adutor da coxa direita), além de Ricardo Goulart, que já ficaria fora por conta de uma cirurgia, mas acertou seu retorno ao futebol chinês.

“Precisamos somar pontos neste começo de Campeonato Brasileiro. O jogo contra o Botafogo é complicado, mas temos que novamente ir com o pensamento de um triunfo”, disse o técnico Luiz Felipe Scolari, que pode ver seu time alcançar a marca de 29 partidas sem derrota na competição em caso de vitória.

Pelo lado botafoguense, o discurso é de otimismo. Desde a chegada do treinador Eduardo Barroca, a equipe soma bons resultados, dentre eles, a vitória para cima do Sol de América, no Paraguai, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, em duelo realizado na última quarta-feira.

“Estamos em evolução na temporada, crescendo de um jogo para outro e minha expectativa é que a gente consiga apresentar contra o Palmeiras um futebol melhor do que mostramos nos últimos jogos”,  disse Barroca.

Erik tem sido o grande nome do Botafogo na temporada (Foto: NORBERTO DUARTE / AFP)

“Ganhar do Palmeiras seria importante em termos de afirmação no Campeonato Brasileiro, pelo fato de ser um adversário qualificado e o líder da competição. Vamos a campo com este pensamento”, reforçou o lateral-direito Fernando.

Em termos de escalação o Botafogo tem dois problemas. O zagueiro Joel Carli cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos e cede sua vaga a Marcelo Benevenuto, que vai compor o setor com Gabriel. O atacante Erik está impedido de jogar por uma questão contratual, pois tem seus direitos federativos ligados ao Palmeiras. Rodrigo Pimpão, caso se recupera de uma entorse no tornozelo esquerdo, ocupará a vaga. Do contrário, Luiz Fernando assume o posto.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ X PALMEIRAS-SP

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 25 de maio de 2019 (Sábado)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Árbitro de Vídeo: Adriano Milczvski (PR)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Jonathan; Gustavo Bochecha, Alex Santana, Cícero e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Luiz Fernando) e Diego Souza
Técnico: Eduardo Barroca
PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Zé Rafael, Dudu e Deyverson
Técnico: Luiz Felipe Scolari

O post Palmeiras visita o Botafogo em Brasília para engrenar de vez no Brasileiro apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Gabriel cita desgaste, mas pede superação contra o Palmeiras

O Botafogo finalizou a preparação para o duelo deste sábado contra o Palmeiras, em Brasília, pelo Campeonato Brasileiro. O zagueiro Gabriel destacou que o elenco tem sofrido com o desgaste pelas últimas viagens, mas lembrou que o momento é de superação contra o líder da Série A.

“É um pouco desgastante. São três viagens em uma semana. Agora é na superação, na vontade. Somos profissionais e estamos à disposição. Claro que seria melhor jogar no Nilton Santos, mas entendemos o lado financeiro. Seja onde for, vamos com todo respeito e alegria no coração em busca de um grande jogo”, disse.

Gabriel espera Botafogo com posse de bola e agressividade (Foto: Vitor Silva/SSPress/BFR)

Gabriel lamentou a ausência de Joel Carli, Erik e Rodrigo Pimpão. No entanto, o defensor destacou que o Botafogo tem um bom elenco e quem entrar vai ajudar os alvinegros.

“Fazem muita falta. São três jogadores de qualidade, mas o Botafogo tem um elenco qualificado. Quem vai entrar batalha muito por essa oportunidade. E ela apareceu em boa hora, contra o líder e com estádio cheio. Quem entrar vai dar o seu melhor”, declarou.

Mesmo com as ausências, o zagueiro ressaltou a importância dos cariocas não mudarem seu estilo de jogo contra o Palmeiras.

“Nosso estilo de jogo não pode mudar. Claro que com imenso respeito ao Palmeiras. Vai ser difícil, mas temos que manter a característica de posse de bola, ser agressivo e pressionar o adversário. Vai ser um jogo difícil e importante contra uma grande equipe. Sabemos que é num estádio neutro, mas naquela região de Brasília tem muitos botafoguenses. Com todo respeito ao Palmeiras, vamos até lá para fazer um grande jogo”, finalizou.

O post Gabriel cita desgaste, mas pede superação contra o Palmeiras apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Gómez e Luan podem entrar na história do Palmeiras no jogo contra o Botafogo

Luan e Gustavo Gómez podem entrar ainda mais na história do Palmeiras neste sábado. Contra o Botafogo, às 16h (de Brasília), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, a dupla pode se tornar a zaga com maior tempo sem sofrer gols na história do clube.

O brasileiro e o paraguaio não veem seu goleiro ser vazado há 985 minutos – considerando acréscimos e descontando substituições. O último gol sofrido pela dupla aconteceu no dia 2 de fevereiro, contra o Corinthians, no Allianz Parque.

O recorde de uma dupla de zaga na história palestrina sem ser vazado pertence a Marcio e Vágner Bacharel que, em 1987, ficaram por 1080 minutos –acréscimos não foram computados pelo clube – sem deixar o time sofrer um gol.

Portanto, para alcançar a marca diante do Alvinegro Carioca, Luan e Gómez, além de não sofrerem nenhum gol, precisam torcer por um jogo com pelo menos cinco minutos de acréscimos, contando o primeiro e segundo tempo. Se forem seis minutos adicionais, a dupla se tornará a primeira do ranking.

O post Gómez e Luan podem entrar na história do Palmeiras no jogo contra o Botafogo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva