Náutico marca no fim e garante vaga na Copa do Nordeste de 2020

Foi aos 43 minutos do segundo tempo, mas foi. Nesta quarta-feira, no Estádio dos Aflitos, o Náutico fez 2 a 0 no Campinense, virou o resultado no agregado e conseguiu uma vaga na Copa do Nordeste de 2020. A partida foi válida pela fase de qualificação do torneio regional.

Na partida de ida, o Campinense venceu por 2 a 1, de virada, e dependia de somente um empate para garantir uma vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2020. O resultado de 1 a 0 levava a disputa para os pênaltis.

Esse foi o primeiro jogo dessa passagem do técnico Gilmar dal Pozzo no comando do Náutico. O comandante do Timbu assumiu o posto depois da demissão de Márcio Goiano.

Nos minutos iniciais de confronto, a pressão do Náutico foi tão intensa que os mandantes até chegaram a balançar as redes, mas de maneira irregular. Depois de bom momento na partida, Camutanga aproveitou cruzamento de escanteio e anotou o gol – no entanto, a arbitragem já havia marcado que a bola teria saído na cobrança de Odilávio.

Pouco a pouco, o Campinense foi acordando no jogo e começou a ameaçar a meta do Timbu. Aos 20, os visitantes marcaram com Erivan, mas o bandeirinha acusou impedimento.

Na segunda etapa, o Náutico enfim inaugurou o marcador. Aos 11 minutos, Luiz Henrique fez cruzamento na medida para Odilávio, que finalizou no canto de Wagner Coradin: 1 a 0.

Já perto do apito final do árbitro, o Náutico conseguiu o gol da salvação e da classificação. Aos 43, Rafael Oliveira aproveitou outro cruzamento para a área e conferiu às redes, fazendo o 2 a 0 – placar suficiente para dar uma vaga na Copa do Nordeste de 2020 para o Timbu.

O post Náutico marca no fim e garante vaga na Copa do Nordeste de 2020 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Náutico e Campinense se enfrentam por vaga na Copa do Nordeste 2020

Campinense venceu o Náutico por 2 a 1 na partida de ida (Foto: Léo Lemos/Comunicação CNC)

Em busca de uma das últimas vagas para a Copa do Nordeste 2020, Náutico e Campinense se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio dos Aflitos, pela fase de qualificação do torneio. O primeiro jogo, disputado no Amigão, em Campina Grande, terminou com vitória da Raposa pelo placar de 2 a 1.

A equipe de Recife não vive uma fase fácil dentro de campo. Na Série C do Campeonato Brasileiro, o Timbu acumula duas derrotas em três partidas disputadas, ocupando a quinta posição do Grupo A, enquanto na Copa do Nordeste 2019 o time foi eliminado na semifinal, contra o Botafogo-PB. Com os resultados, a diretoria alvirrubra decidiu demitir o treinador Márcio Goiano e já anunciou Gilmar Dal Pozzo, que deve comandar a equipe no confronto desta quarta-feira.

Em relação ao elenco, o Náutico teve duas más notícias nesta semana. O lateral-esquerdo Assis teve uma lesão detectada na coxa esquerda e deve ficar de fora dos gramados por até um mês. Quem também será desfalque é o atacante Jorge Henrique, que novamente se lesionou na panturrilha direita, sem prazo para retorno.

Já pelos lados da Raposa, a situação não está muito melhor. Recentemente, o Campinense perdeu a final do Campeonato Paraibano para o Botafogo-PB e na Série D do Brasileirão é o segundo de seu grupo, com uma vitória e um empate em dois jogos. O rubro-negro paraibano não disputou a Copa do Nordeste deste ano e tem a chance de voltar ao torneio se eliminar o Náutico.

Apesar da vantagem conquistada no primeiro jogo, o goleiro Coradin cobrou atenção de sua equipe na partida. “É matar ou morrer. Contra o Náutico é uma partida que temos que matar para poder classificar”, declarou o jogador, que ainda ressaltou que o time “deve entrar focado em ganhar o jogo”.

A Pré-Copa do Nordeste define as últimas quatro vagas para o torneio regional da próxima temporada. O formato é o mata-mata, com oito equipes divididas em quatro confrontos. Os vencedores dos jogos se garantem na próxima edição da Copa do Nordeste. Caso haja empate no placar agregado, a decisão será nos pênaltis.

O post Náutico e Campinense se enfrentam por vaga na Copa do Nordeste 2020 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Náutico age rápido e anuncia Gilmar dal Pozzo

Gilmar dal Pozzo comandou o Náutico entre os anos de 2015 e 2016 (Foto: Divulgação/Náutico)

Depois de demitir Márcio Goiano no domingo, a diretoria do Náutico não perdeu tempo e já anunciou Gilmar Dal Pozzo como novo treinador do Timbu. O técnico chega a Pernambuco acompanhado de seu auxiliar Luciano Borges e volta ao Náutico depois de treinar o clube em entre setembro de 2015 e abril de 2016.

Gilmar desembarcará em Recife na terça-feira e ainda não se sabe se já comandará o Náutico na partida de volta contra o Campinense, válida pela pré-Copa do Nordeste, que acontecerá nesta quarta-feira, às 19h30. No primeiro jogo, o Timbu foi derrotado por 2 a 1 fora de casa.

“Muito feliz de voltar ao Náutico. Comandar um clube de expressão e de tradição do futebol brasileiro só me dá alegria e orgulho. Fiquei um tempo parado fazendo cursos e me atualizando, e estou muito motivado para dar continuidade ao trabalho do clube no ano. Já na quarta, temos uma decisão importante”, afirmou o novo treinador ao site oficial do clube.

Na última passagem, Dal Pozzo comandou a equipe em 28 partidas, entre Série B, Campeonato Pernambucano e Copa do Brasil. No Brasileirão, o time teve uma arrancada no final da competição e terminou na quinta colocação, ficando muito próximo de subir à Série A.

“Realmente essa boa campanha na primeira passagem, o quase acesso de 2015, me motivou a voltar. Tive uma identificação com a torcida e com a diretoria. Mas o fator mais determinante foi poder comandar o Náutico nos Aflitos, a nossa casa. Por várias vezes fui jogar lá como atleta e sei como é difícil. Temos que tirar proveito disso, fazer um bom trabalho e conseguir os objetivos”, projetou o profissional.

O vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, relembrou quando contratou dal Pozzo em 2015 e afirmou que o treinador sempre quis ter uma nova oportunidade no clube.

“Chegamos ao consenso de que Gilmar tem a capacidade de dar continuidade ao projeto. É preciso que o nível de comando se mantenha. Não vamos voltar à estaca zero. Tive a felicidade de trazê-lo em 2015, quando fizemos uma campanha de recuperação na Série B. Gilmar sempre me falou que gostaria de ter a oportunidade de cobrir aquela frustração. Que venha esse ano”

O post Náutico age rápido e anuncia Gilmar dal Pozzo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Náutico demite Márcio Goiano após derrota para o Ferroviário

Márcio Goiano não suportou pressão e não é mais o técnico do Náutico (Foto: Léo Lemos/Náutico)

Depois da derrota em casa para o Ferroviário por 1 a 0 pela Série C do Campeonato Brasileiro, a diretoria do Náutico optou por demitir o treinador Márcio Goiano no domingo. O técnico assumiu o Timbu em maio do ano passado, quando foi eliminado nas quartas de final da terceira divisão para o Bragantino.

O vice-presidente Diógenes foi o responsável por comunicar à imprensa o desligamento do profissional. O dirigente agradeceu o período de trabalho de Márcio Goiano e relembrou o compromisso do Náutico contra o Campinense, na próxima quarta-feira, às 19h30, valendo uma vaga na Copa do Nordeste do ano que vem. Na primeira partida entre os dois times, os pernambucanos foram derrotados por 2 a 1 fora de casa.

“Estamos aqui para comunicar que, após o jogo, o resultado não agradou, tivemos uma reunião com todos e chegamos a conclusão que o trabalho de Márcio Goiano precisava chegar hoje ao final de um ciclo. O clube agradece o trabalho do treinador e deseja toda sorte. Agora, vamos iniciar um novo ciclo, que começa na decisão de quarta-feira contra o Campinense”, afirmou o dirigente.

Por fim, o presidente Edno Melo fez questão de ressaltar que o Náutico deixará portas abertas para um eventual novo trabalho de Márcio Goiano no clube.

“Agradecer a dedicação de Márcio e enaltecer a pessoa dele como profissional. No Náutico, não deu nenhuma brecha pra que a gente achasse que o trabalho dele fosse errado. Agradecer a ele, em nome de todos os alvirrubros, e dizer que as portas estão abertas. Chegou ao fim um ciclo, mas não um trabalho que, em outra situação, ele possa fazer pelo Náutico”, garantiu o presidente.

O Náutico ainda não anunciou quem será o substituto de Márcio Goiano no cargo de treinador.

O post Náutico demite Márcio Goiano após derrota para o Ferroviário apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Náutico perde em casa para o Ferroviário e sai da zona de classificação na Série C

O Náutico decepcionou os seus torcedores na noite deste domingo. Jogando nos Aflitos, o Timbu perdeu para o Ferroviário por 1 a 0, em jogo válido pela terceira rodada do grupo C da Série C do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time pernambucano saiu da zona de classificação, caindo para a quinta colocação, com três pontos ganhos. Já o Ferrão é o líder da chave com sete pontos.

Ao longo da partida, o Náutico pouco produziu, especialmente no primeiro tempo. Na volta para o intervalo, o time até teve boas chances de gol, mas acabou sendo surpreendido e com gol de Jefferson Caxito saiu derrotado em casa.

Pela fase qualificatória da Copa do Nordeste, o Timbu volta a campo para enfrentar o Campinense, nos Aflitos, às 19h30 (horário de Brasília) na quarta-feira. Pela Série C, o Ferroviário pega o Globo só na segunda-feira, dia 20, ás 20h00 (de Brasília).

Náutico perdeu em casa na Série C para o Ferroviário (Foto: Reprodução)

Durante o primeiro tempo da partida, o Náutico enfrentou grandes dificuldades para furar o bloqueio defensivo da equipe do Ferroviário. Sem qualquer criatividade, o Timbu não criou praticamente nada, e o placar não se movimentou. Insatisfeita, a torcida do time pernambucano vaiou após o apito final.

Na volta para a etapa complementar, aos seis minutos, aconteceu o lance mais perigoso de todo o jogo até então. Odilávio recebeu a bola e mandou uma bomba em direção ao gol. Nícolas fez bela defesa. Porém, quem saiu na frente foi o time visitante. Januedo fez a jogada pela esquerda, o goleiro Bruno saiu para abafar, mas o meia rolou para Jefferson Caxito, que abriu o marcador.

Aos 32 minutos, Josa foi substituído, mas não por lesão. O jogador se queixou de dores na altura do pescoço. Aparentemente, o problema era respiratório, e o atleta foi encaminhado para o hospital, deixando o gramado dos Aflitos de ambulância.

Na reta final do duelo, o Náutico pouco produziu. O Ferroviário que não sofria com lances perigosos do adversário soube se portar bem e sair com a vitória por 1 a 0 no Recife.

Confira os resultados da terceira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro:

Grupo A:
Imperatriz 2 x 2 Treze-PB
Globo-RN 0 x 1 Sampaio Corrêa
Confiança 1 x 0 ABC
Náutico 0 x 1 Ferroviário

Grupo B:
Volta Redonda 2 x 0 Tombense

Luverdense 0 x 1 Remo
Paysandu 0 x 1 Juventude
Ypiranga 2 x 0 São José
Boa Esporte 0 x 0 Atlético-AC

O post Náutico perde em casa para o Ferroviário e sai da zona de classificação na Série C apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Botafogo-PB vence Náutico no final e vai à decisão da Copa do Nordeste

O Botafogo-PB venceu um dos grandes jogos desta edição da Copa do Nordeste e, de quebra, garantiu vaga na final da competição. Na noite desta quinta-feira, o Belo recebeu o Náutico-PE no Almeidão e venceu por 2 a 1 com gols de Nando e Juninho para o time da casa e Tarcísio para os visitantes.

Com o resultado, o Botafogo é o primeiro finalista do Nordestão e espera o vencedor de Fortaleza e Santa Cruz, que se enfrentam no Castelão pela outra semifinal. O time da Paraíba será visitante no primeiro jogo e decidirá o título em casa.

Primeiro tempo tem gols perdidos pelos dois times

A partida começou bastante movimentada no Almeidão, com pressão forte do Botafogo em busca do primeiro gol do jogo. O time da casa quase abriu o placar aos 11 minutos, quando uma cobrança de falta precisa de Marco Aurélio acertou o travessão.

Logo depois, aos 14 minutos, foi a vez do Náutico chegar muito perto do primeiro gol com Wallace. Após cruzamento rasteiro pela direita, o atacante tentou finalizar na entrada da pequena, mas acabou furando e perdendo a chance. Já aos 17, o goleiro Saulo fez grande defesa em cabeceio do camisa 9.

Melhor em campo, o Botafogo perdeu outras duas chances de sair na frente no primeiro tempo. Aos 35 minutos, Marcos Aurélio arriscou o chute e mandou por cima. Já nos acréscimos, Nando recebeu cruzamento rasteiro e, em lance semelhante ao de Wallace pelo Náutico, furou a finalização e não tirou o zero do placar.

Botafogo sai na frente, Náutico responde

O segundo tempo viu os gols que não saíram no primeiro. Aos dez minutos, o Botafogo abriu o placar com Nando, que havia perdido chance clara antes do intervalo. O atacante finalizou para defesa do goleiro Bruno, mas pegou rebote e finalizou novamente, desta vez para o fundo da rede.

Porém a resposta do Náutico veio rápido e logo aos 15 minutos o placar estava novamente empatado. Tarcísio, que havia entrado dois minutos antes, finalizou cruzado da ponta esquerda para marcar um gol chorado. O goleiro Saulo conseguiu encostar na bola e o lateral esquerdo Fabio Alves tentou cortar, mas a dupla não evitou o empate do Timbu.

Emoção no final e classificação do Belo

O Botafogo perdeu a grande chance de garantir a classificação no tempo normal aos 23 minutos, quando o árbitro marcou pênalti de Tarcísio em Enercino. Na cobrança, Fabio Alves chutou forte no lado esquerdo do goleiro, mas Bruno defendeu e manteve o jogo empatado.

Para a sorte de Fabio Alves, o pênalti desperdiçado não fez falta. Aos 44 minutos, o time da casa marcou o gol da vitória pelo jogo aéreo: Clayton cobrou falta na área e Juninho cabeceou de costas para o gol, encobrindo Bruno, evitando os pênaltis e garantindo a classificação para a final.

O post Botafogo-PB vence Náutico no final e vai à decisão da Copa do Nordeste apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

ABC vence o Náutico na estreia da Série C do Brasileirão

ABC estreou na Série C com o pé direito (Foto: Andrei Torres/ABC FC)

Pela primeira rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, o ABC empolgou sua torcida e venceu o Náutico por 2 a 0 neste domingo, no Estádio Frasqueirão, em Natal. Os gols foram anotados por Anderson e Rodrigo Rodrigues.

No primeiro tempo, a superioridade veio da equipe de Natal, que terminou os primeiros 45 minutos com o domínio da posse de bola. O gol veio aos 24 minutos, depois de bom passe do estreante Anderson Rosa, o atacante Anderson saiu cara a cara com o goleiro Bruno, driblou o arqueiro e abriu o placar. O Timbu teve alguns lampejos, mas as melhores chances vieram do ABC.

O Náutico até teve mais iniciativa na volta para a etapa final, mas quem marcou o segundo gol da partida foi o Alvinegro Potiguar. Anderson tentou dar um passe em profundidade, a defesa do Timbu cortou errado e a bola acabou sobrando no pé de Rodrigo Rodrigues, que não perdoou a falha e chutou no fundo das redes. O clube pernambucano não conseguiu reagir e o placar não foi alterado até o final do jogo.

No próximo sábado, o Náutico recebe o Imperatriz no Estádio dos Aflitos, pela segunda rodada da Terceirona, às 19h15. O ABC, por sua vez, só joga no domingo, quando viaja para a Paraíba, para enfrentar o Treze, no Amigão, às 16h.

Confira os resultados deste domingo pela 1ª rodada da Série C:

Confiança 0 x 2 Sampaio Corrêa

Botafogo-PB 1 x 1 Ferroviário

ABC 2 x 0 Náutico

Luverdense 0 x 0 Juventude

O post ABC vence o Náutico na estreia da Série C do Brasileirão apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Nos pênaltis, Mailson brilha e Sport é campeão pernambucano em cima do Náutico

Mailson pega dois nos pênaltis e Sport levanta o 42º caneco do Pernambucano de sua história (Foto: Anderson Stevens/Sport)

Se o torcedor do Sport queria emoção, então foi presenteado com expulsão, virada e decisão nos pênaltis, na Ilha do Retiro, na tarde deste domingo. Após perder por 2 a 1 no tempo normal, o Leão passou mais uma vez por cima do Náutico na final e levantou o 42º título do Campeonato Pernambucano da sua história, além de, finalmente, festejar um caneco em casa após nove anos.

Em quase uma década, o time comemorou três títulos fora dos seus domínios: dois Pernambucanos, um na Arena Pernambuco e outro no Salgueirão, e uma Copa do Nordeste, na Arena Castelão. Já em relação ao clássico contra o Náutico, o Sport não conseguiu manter o tabu de 51 anos sem perder para o Timbu em uma final, porém agora já são 12 títulos em cima do rival após ter passado nas penalidades.

Em campo, o Sport tinha a vantagem do jogo de ida, com vitória por 1 a 0, mas desperdiçou ao levar a virada por 2 a 1 dentro do tempo normal – vale lembrar que ambas as equipes jogaram com um a menos desde os dez minutos do primeiro tempo. Nas penalidades, Mailson pegou duas cobranças e o Sport pôde comemorar o título em casa, com destaque, ainda, para o goleiro Magrão, no banco de reservas: ele se tornou, neste domingo, o maior campeão na história do clube com dez títulos no currículo.

O Sport confirmou o caneco após uma campanha de sete vitórias e duas derrotas, na liderança da competição, atrás justamente do Náutico, com 19 (6V, 1E e 2D). A última conquista estadual do Leão foi em 2017.

O jogo

Primeiro tempo: expulsões e gols

Guilherme abriu o placar na Ilha do Retiro para o Sport (Foto: Anderson Stevens/Sport)

O início do jogo na Ilha do Retiro foi truncado, sem ligações e com alguns estranhamentos entre jogadores, visivelmente nervosos com a decisão. Em uma dessas investidas, com apenas 11 minutos de bola rolando, Hernane Brocador e Suéliton foram expulsos, deixando cada equipe com dez desde o começo da partida. Aos 15 minutos, pênalti marcado em cima de Guilherme, que foi derrubado pelo goleiro dentro da área. Ele mesmo cobrou e abriu o placar para a alegria dos presentes. Vantagem de 2 a 0 para o Sport, contando a vantagem na ida.

Após o tento, o Sport se fechou e começou uma sequência de faltas que distribuiu alguns cartões amarelos para a equipe, com algumas poucas investidas do Timbu para tentar chegar ao gol. Aos 31, boa oportunidade com Ronaldo, que arriscou de longe e Bruno defendeu.

O bom momento dos donos da casa foram parados, porém, com um gol do Náutico, que chegou aos 39 minutos com Diego Silva. Ele ganhou a bola em um carrinho, reclamado pelos torcedores adversários, chutou de fora da área e a bola desviou em Danilo Pires, enganando Mailson. O final da primeira etapa foi quente com seus nove minutos de acréscimo: Wallace Pernambucano mandou uma bomba na trave.

Segundo tempo: virada do Náutico e estrela de Mailson

No retorno do intervalo, jogo tenso, principalmente para o lado do Náutico, que ainda necessitava de dois gols para levar o título. Ainda assim, era o Sport quem cometia alguns erros, permitindo algumas chegadas do Timbu. A partida permaneceu truncada e a primeira chance, ainda que não tão perigosa, veio aos 18 minutos, com chute de Leandrinho por cima do gol.

Os visitantes seguiram tocando a bola, tentando encontrar espaços para infiltrar e conseguir o segundo gol, ação que perdurou durante grande parte dos 45 minutos finais. O técnico Márcio Goiano até tentou algumas modificações, como a entrada de Rafael Oliveira, por exemplo, porém, nada feito. Aos 34, Leandrinho teve uma boa oportunidade, mas a bola foi desviada para fora.

Enfim o espaço foi conquistado! Aos 36 minutos Jorge Jiménez recebeu cruzamento de Herede, entre dois marcadores do Sport e mandou para o fundo das redes, virando a partida e, até então, levando a decisão para os pênaltis. Juninho recebeu na direita, aos 45, e quase empatou a partida ao chutar para defesa de Bruno.

Com o resultado, a decisão foi para os pênaltis. Nas cobranças, o Náutico fez com Wallace Pernambucano, Jorge Jiménez e Hereda, enquanto Rafael Oliveira e Diego pararam em Mailson. Para o lado do Sport, Elton, Norberto, Rafael Thyere e Ronaldo converteram.

FICHA TÉCNICA
SPORT 1 (4) X (3) 2 NÁUTICO

Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data: 21 de abril de 2019 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (FIFA-SC) e Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA-BA)
Cartões amarelos:
Luan, Adryelson, Leandrinho e Ronaldo (Sport); Diego Silva, Hereda e Jorge Jiménez (Náutico)
Cartões vermelhos: Hernane Brocador (Sport) e Suéliton (Náutico)
Gols:
SPORT: Guilherme, aos 17 minutos do primeiro tempo; NÁUTICO: Diego Silva, aos 39 minutos do primeiro tempo, e Jorge Jiménez, aos 36 do segundo tempo.

SPORT: Mailson; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Ronaldo, Charles e Guilherme (Leandrinho); Ezequiel (Juninho Piauiense), Luan (Elton) e Hernane
Técnico: Guto Ferreira

NÁUTICO: Bruno; Hereda, Diego Silva, Suéliton e Assis; Josa, Luiz Henrique e Danilo Pires (Jorge Jiménez); Robinho (Nahuel Cisneros), Thiago (Rafael Oliveira) e Wallace Pernambucano
Técnico: Márcio Goiano

O post Nos pênaltis, Mailson brilha e Sport é campeão pernambucano em cima do Náutico apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Cearense e outros estaduais conhecerão campeões neste domingo

Campeonatos estaduais Brasil afora, como o Cearense, acabam neste domingo (Foto: Divulgação/CSC)

O domingo chega recheado de grandes decisões estaduais Brasil afora. Pelo Campeonato Cearense, Ceará e Fortaleza se reencontram no segundo jogo da final na Arena Castelão, às 16h (de Brasília), com vantagem de 2 a 0 conquistada pela equipe de Rogério Ceni no último final de semana.

O resultado dá a vantagem do Fortaleza perder por um gol de diferença. Para a partida, o técnico não poderá contar com o atacante Júnior Santos, artilheiro tricolor com dez gols na temporada, expulso no primeiro confronto. O nome mais cotado para substituir o jogador é Dodô.

Do outro lado, o Ceará precisará de muito foco e determinação para furar a defesa adversária, que não toma dois gols desde 24 de fevereiro, no empate contra o Bahia, pela Copa do Nordeste. Para passar direto, os comandados de Lisca precisarão marcar três, algo que não acontece com o Fortaleza desde setembro de 2018. Porém, pelo lado do alvinegro, as estatísticas também são animadoras: o Ceará superou sete adversários com dois ou mais gols de diferença neste ano. Nessa missão, Lisca não poderá contar com Thiago Carletto, também expulso.

Outros estaduais

O Campeonato Catarinense chega ao fim com a partida única entre Avaí e Chapecoense neste domingo, às 16h (de Brasília), na Ressacada. As grandes novidades são as ausências de Rildo e Victor Andrade pelo lado da Chape, porém, Aylon é um dos cotados para entrar no ataque – ele fez o gol da vitória da equipe diante do Corinthians na Copa do Brasil no meio da semana. Caso a partida termine em empate no tempo normal, a decisão irá para os pênaltis.

Viajando para o nordeste do país, o Campeonato Baiano terá seu episódio final também às 16h (de Brasília) e os protagonistas são Bahia de Feira e Bahia, que se encontram na Arena Fonte Nova. Com o empate em 1 a 1 da primeira partida, quem vencer neste domingo levanta a taça – um novo empate obriga a cobrança das penalidades. O Bahia de Feira não poderá contar com Gabriel Bispo dos Santos, expulso na ida.

Ainda nesta parte do mapa brasileiro, o Sport recebe o Náutico no segundo jogo da final do Campeonato Pernambucano, na lotada Ilha do Retiro, às 16h. A vantagem de 1 a 0 do Sport na ida dá um pouco de tranquilidade, jogando pelo empate. Para ficar com o caneco, o Náutico precisa vencer por dois gols de diferença.

Outro estadual que agita o domingo é o Campeonato Goiano. Com o placar de 3 a 0 na ida, o Atlético-GO vai com grande vantagem até o Estádio Olímpico para enfrentar um Goiás sedento pela revanche – são necessários quatro gols de diferença para conquistar o título. A única baixa do Esmeraldino segue sendo, provavelmente, Léo Sena.

O post Cearense e outros estaduais conhecerão campeões neste domingo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva