Bruno Silva acusa árbitro de fazer palhaçada

O volante Bruno Silva era um dos jogadores mais indignados com a atuação do árbitro Bruno Arleu no clássico diante do Vasco. O experiente jogador do Fluminense reclamou principalmente da expulsão do zagueiro Frazan. O zagueiro tricolor recebeu cartão vermelho direto após disputa com Yago Pikachu. Em entrevista ao canal Sportv, Bruno Silva não perdoou:

“Não gosto nem de falar, mas foi uma palhaçada o que o juiz fez hoje”, disparou.

Para o jogador do Fluminense, houve um exagero na atitude do árbitro que mostrou cartão vermelho para Frazan porque a bola estava dividida entre os dois jogadores. E também culpou o árbitro de vídeo pela situação.

“Agora porque tem o VAR os caras se apegam ao erro porque acham que vai ser corrigido”, disse.

Bruno Silva explicou que a bola estava em disputa entre Pikachu e Frazan e não poderia ser mostrado o cartão vermelho ao zagueiro do Fluminense.

“Não dá pra confiar. O VAR está acabando com o futebol”, admitiu.

O técnico Fernando Diniz concordou com a análise de Bruno Silva. Na entrevista coletiva, ele disse que o Fluminense fazia uma partida equilibrada e as expulsões acabaram determinando o resultado.

Nenê fez sua estreia pelo Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

“Se jogasse 11 contra 11 provavelmente Flu teria vencido a partida”, revelou o treinador.

O técnico tricolor disse que o time já entrou muito modificado em função dos desfalques, o que prejudicou o entrosamento. E explicou que escalou Nenê porque ele mostrou que estava em boas condições para estrear, apesar de ter características diferentes de Paulo Henrique Ganso, o titular da posição, que cumpriu suspensão. E lamentou as ausências de alguns titulares:

“Perdemos um pouco da harmonia que o time tinha para sair e produzir ataques”, comentou.

O post Bruno Silva acusa árbitro de fazer palhaçada apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Wellington Nem diz que voltou por amor ao Fluminense

FOTO DE MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Depois de participar do treinamento realizado no CT Pedro Antonio, o atacante Wellington Nem foi apresentado nesta sexta-feira e afirmou, na entrevista coletiva, que vinha tentando voltar ao Fluminense, porque defender a camisa tricolor é a sua grande alegria como profissional.

“O amor pelo Fluminense é minha maior motivação porque sou tricolor desde pequeno”, comentou.

Wellington Nem revelou que chorou quando foi negociado com Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, em 2013, porque não queria deixar o Tricolor das Laranjeiras. “Fui para a Europa com o pensamento de estar aqui”, disse

Nem tem 27 anos e vai ficar emprestado até o final de dezembro. O atacante disse que não se sentia feliz na Ucrânia porque estava longe da família e do Fluminense.

O atacante disse que ainda não sabe que camisa vai usar. Ele gostaria de usar a 18, número da sua preferência, mas explicou que ela é utilizada por Luciano que está negociando a saída do Fluminense. “Não sei se ele vai embora, estou por fora. Se ele for embora, vou querer jogar com a 18, foi marcante na minha vida, no Fluminense também”

O post Wellington Nem diz que voltou por amor ao Fluminense apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Agenor tenta superar críticas no Flu e foca na vitória em clássico

Goleiro falou sobre titularidade no Fluminense (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense F.C.)

O Fluminense vive situação complicada no Campeonato Brasileiro, próximo da zona de rebaixamento, e terá o clássico contra o Vasco, neste sábado, em São Januário. O goleiro Agenor falou com a imprensa nesta quinta-feira e comentou sobre diversos temas. Um deles foi as críticas ao seu peso e a chegada de Muriel.

“Hoje me sinto titular no Fluminense, mas não me sinto acomodado. Procuro a cada dia melhorar mais, evoluir como pessoa. Não ligo muito para essas críticas. Procuro sempre focar no meu trabalho no dia a dia. Minha preocupação agora é o Vasco e é isso o que tenho que fazer”, disse.

O duelo contra os cruzmaltinos vale o distanciamento da degola. O adversário também está próxima da zona de rebaixamento e terá o apoio da torcida. Agenor espera um confronto complicado.

“Podemos esperar um clássico bastante disputado, com as duas equipes buscando a vitória. A postura tem que ser da maneira que viemos jogando, imponto nosso ritmo de jogo, nossa maneira de jogar. Sabemos que clássico é diferente, ainda mais fora de casa. Mas independentemente do adversário, não podemos mudar o que viemos treinando desde o início do ano. Temos que chegar em São Januário, fazer uma boa partida e buscar os três pontos”, declarou.

O goleiro admitiu que, mesmo com boa atuações, a falta de vitórias aumenta a pressão sobre a equipe e o técnico Fernando Diniz.

“O grupo inteiro tem ciência. Sabemos que no Fluminense a pressão é grande. Estamos jogando bem, mas temos que focar em ganhar partidas, somar pontos. O Fluminense não pode ficar na situação que se encontra na tabela, temos que estar na parte de cima”, comentou.

Para o clássico contra o Vasco, o Fluminense vai contar com a estreia do meia Nenê, que chegou nesta semana e vai substituir Ganso, suspenso.

O post Agenor tenta superar críticas no Flu e foca na vitória em clássico apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Fluminense anuncia Wellington Nem por empréstimo até o fim de 2019

Nesta quinta-feira, o Fluminense anunciou o retorno de Wellington Nem após seis anos. O atacante de 27 anos de idade, que ainda pertence ao  Shakhtar Donetsk (UCR), chega por empréstimo até o final da temporada. No futebol brasileiro, não atua desde 2017, quando defendeu as cores do São Paulo, também por empréstimo.

“Uma felicidade imensa poder vestir o time que eu amo, da minha família. Vou trabalhar dobrado para poder conquistar coisas grandes”, afirmou, conforme publicado na nota oficial do clube.

Wellington Nem foi formado nas categorias de base do Tricolor das Laranjeiras, onde chegou ainda em 2005. Sua estreia no profissional, porém, foi só em 2012, após um ano de empréstimo ao Figueirense, pelo qual se tornou Revelação do Campeonato Brasileiro de 2011.

Campeão carioca e brasileiro em 2012, o atacante chegou a receber oportunidades na Seleção Brasileira e, em seguida, acabou vendido ao Shakhtar por aproximadamente 9 milhões de euros (quase R$ 38 milhões na cotação atual). Na última temporada com o time ucraniano, disputou 21 jogos e marcou três gols.

O post Fluminense anuncia Wellington Nem por empréstimo até o fim de 2019 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Nenê é regularizado e pode estrear pelo Fluminense contra o Vasco

Sem poder contar com Paulo Henrique Ganso, suspenso, o técnico do Fluminense Fernando Diniz ganhou uma opção para o clássico deste sábado, contra o Vasco, em São Januário. O meia Nenê foi regularizado nesta quarta-feira e pode fazer sua estreia justamente contra seu ex-clube.

Nenê ficou no Vasco entre 2015 e 2018, quando deixou o clube rumo ao São Paulo. Na equipe paulista, o jogador viveu altos e baixos. No Fluminense, a expectativa é a de que o meia possa atuar ao lado de Ganso. No entanto, para o clássico, a ideia de Fernando Diniz é de escalá-lo na sua posição.

(Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

O Fluminense ainda vai fazer alguns treinos antes da partida em São Januário. Com isso, Nenê pode ganhar mais entrosamento com os novos companheiros.

Se Fernando Diniz ganhou uma opção com Nenê, por outro lado, o treinador não poderá contar com o volante Allan. O jogador teve seu novo contrato com o clube regularizado nesta semana e a suspensão automática ocorrida há duas rodadas só será contada no clássico.

O post Nenê é regularizado e pode estrear pelo Fluminense contra o Vasco apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Fluminense tem interesse na contratação de Wellington Nem, do Shakhtar

Wellington Nem pode voltar ao Brasil (Foto: Reprodução)

A diretoria do Fluminense se aproximou do acerto para anunciar nos próximos dias o atacante Wellington Nem. O jogador, que vem defendendo as cores do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, pode chegar ao Tricolor até o fim deste ano, com possibilidade de uma renovação ou, até mesmo, da compra em definitivo dos direitos federativos. Esta segunda opção é menos provável por que o clube carioca não atravessa um bom momento financeiro.

O presidente Mário Bittencourt, que tem um excelente relacionamento com o atleta, vem tratando diretamente da negociação, inclusive mantendo contato direto com os dirigentes do clube ucraniano.

A negociação não é considerada fácil. “Existe o desejo do Fluminense e do jogador, que já defendeu a camisa do time e é um conhecido da casa. Não temos nada bem encaminhado ou concretizado até porque é bem difícil negociar com o Shakhtar. Mas se tivermos a possibilidade vamos avançar”, disse Mário.

Apesar de ter contrato com o Shakhtar Donetsk até 2020, Wellington Nem postou nesta quarta-feira pela manhã um vídeo em uma rede social onde seu filho aparece cantando o hino do Fluminense.

A atual diretoria do Fluminense contratou até o momento o goleiro Muriel e o meia Nenê. O técnico Fernando Diniz ainda pediu a chegada de um lateral-esquerdo e de um zagueiro, mas não existem negociações em andamento envolvendo essas duas posições.

Dentro de campo o elenco treinou nesta quarta-feira, porém, somente nesta quinta-feira Fernando Diniz deverá começar a definir a escalação para o clássico contra o Vasco marcado para este sábado, às 11h (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Trata-se de um choque direto, pois os dois times somam nove pontos e brigam para se distanciarem da zona de rebaixamento. Neste jogo o meia Paulo Henrique Ganso será desfalque por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Ceará. Em compensação os volantes Aírton e Allan, que cumpriram suspensão contra os cearenses, ficam à disposição da comissão técnica. Nesta quinta-feira o treino será na parte da tarde.

O post Fluminense tem interesse na contratação de Wellington Nem, do Shakhtar apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva