Depois de camisa, Coxa faz promoção de ingressos para Dia dos Pais


Ao comprar um ingresso a R$10, o torcedor poderá levar um acompanhante de graça. (Foto: Divulgação/ Coritiba)

Depois de lançar uma camisa comemorativa em homenagem aos pais, o Coritiba anunciou na tarde desta quinta-feira uma promoção de ingressos para a partida diante da Figueirense, no próximo sábado, às 16h30, no Couto Pereira, um dia antes do Dia dos Pais.

Por R$ 10, o torcedor terá direito a dois ingressos para levar o pai, o filho, ou quem quiser para assistir a partida contra contra os catarinenses nos setores Arquibancada ou Mauá.

Para os setores Social e Pro Tork, o ingresso promocional custa R$ 30, e também dá direito a duas entradas.

Os ingressos já estão à venda no site ingressos.coritiba.com.br.

O post Depois de camisa, Coxa faz promoção de ingressos para Dia dos Pais apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Figueirense perde técnico e vê vaquinha para funcionários

Além de virtual, haverá vaquinhas nos arredores do Orlando Scarpelli nesta terça-feira. (Foto: Reprodução/ Twitter)

A situação no Figueirense é cada vez pior. Nesta segunda-feira, o técnico Hemerson Maria anunciou sua saída do clube em função de todos os problemas enfrentamos recentemente. O auxiliar Márcio Coelho assume de forma interina a equipe.

Os torcedores do Figueirense se movimentaram para organizar uma vaquinha para pagamento de funcionários com salários atrasados, diante da grave financeira que o clube catarinense vem passando.

Uma vaquinha virtual foi criada para arrecadar fundos e, nesta terça-feira, antes da partida contra o Vitória, pela Série B do Campeonato Brasileiro, nos arredores do Orlando Scarpelli, também haverá um movimento para recolhimento.

O elenco chegou a ameaçar não entrar em campo caso parte da dívida com empregados da instituição não tenha sido quitada. Desde o momento inicial, a torcida se mostrou do lado dos jogadores nesta decisão.

Conforme divulgado pelas redes sociais, o valor seria entregue ao treinador Hemerson Maria e repassado aos “mais necessitados” internamente.

Além de atrasos salariais, é reivindicado melhores condições de trabalho. Em protesto, o time do Figueirense chegou a ficar alguns dias sem treinar. A crise porém não se restringe apenas ao futebol profissional.

O presidente do clube Cláudio Honingam havia prometido regularizar toda situação até a última sexta-feira, mas como não foi cumprida a promessa, Hemerson Maria teve que convencer os jogadores a entrarem em campo.

O post Figueirense perde técnico e vê vaquinha para funcionários apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Hemerson Maria desabafa e diz que Figueirense pode dar WO na Série B

A situação nos bastidores do Figueirense é delicadíssima. Após o empate contra o Criciúma no último sábado, pela Série B do Campeonato Brasileiro, Hemerson Maria, técnico da equipe, desabafou, não poupou críticas à Elephant, empresa responsável por gerir o futebol do clube, e disse que o time pode se recusar a enfrentar o Vitória, nesta terça-feira, por conta dos atrasos salariais.

“Estamos lutando. Nossa torcida veio e apoiou. Mas volto a dizer, até pelo meu semblante, que o clube vive um abandono. O Conselho Fiscal não existe. Não pode ver o que estamos passando e fazer vista grossa. Supliquei. Falei para os atletas jogarem e a gente dar suporte”, disse, antes de elucidar que a diretoria não cumpriu com o acordo de sanar as dívidas até a última sexta-feira.

Hemerson Maria é o treinador do Figueirense (Foto: Divulgação/FFC)

“Acalmei os jogadores (na sexta-feira), pois corria o risco do Figueirense não entrar em campo. Em respeito ao torcedor que aqui veio, teve jogo. Houve uma promessa para 50 pessoas na sala, mas não foi cumprida e sequer teve satisfação”, revelou.

Assim como na última semana, quando ficou dois dias sem treinar, o grupo deve repetir a atitude e pode até deixar de entrar em campo na partida contra o Vitória, programada para esta terça-feira, às 19h15 (de Brasília), no Orlando Scarpelli, o que renderia uma derrota por 3 a 0 e uma multa de até R$ 100 mil ao clube.

“Os atletas já falaram que não vão treinar amanhã e que na terça não vão jogar se não pagarem. Parece que estamos blefando, mas já olhamos qual a pena para o clube. É um grupo de homens honrados. Tem profissionais passando dificuldade, meninos sem ajuda de custo, patrimônio deteriorado, campos com qualidade ruins, redes furadas, funcionários tristes”, revelou o técnico.

Por fim, Hemerson Maria detalhou o abandono dos cartolas com o clube. “São dois salários de imagem e um de carteira (atrasados). No futebol pode ser normal, mas ali há situações delicadas. Faltou ônibus para levar os atletas da base ao CFT (Centro de Treinamento da equipe). Faria um trabalho 10 contra 10 e contava com eles, mas os meninos não chegaram. Nós, do profissional, mandamos Uber buscar os meninos no Scarpelli para o treino”, disse.

“O que menos interessa, hoje, é se vai ou não subir. O Figueirense é um clube centenário. Eu costumo dizer que no atual momento é um senhor idoso, doente, e os filhos mais velhos não estão cuidando”, finalizou.

 

O post Hemerson Maria desabafa e diz que Figueirense pode dar WO na Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Criciúma e Figueirense empatam clássico catarinense no Heriberto Hulse

O clássico catarinense da manhã deste sábado não teve um vencedor. Jogando pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Figueirense saiu na frente em pleno Heriberto Hulse com Willian Popp, mas Daniel Costa empatou para o Criciúma e garantiu o 1 a 1 como placar final da partida.

Com o resultado, o Figueirense alcança o terceiro jogo sem vitória, vai aos 18 pontos e fica momentaneamente na 10ª posição. O Criciúma, por sua vez, mantém o mesmo jejum de triunfos do rival, sobe aos 13 pontos e figura provisoriamente na 14ª colocação, sem chances de entrar na zona de rebaixamento ao longo da rodada.

O Criciúma volta aos gramados pela competição já nesta terça-feira, quando vai a Sorocaba enfrentar o São Bento, às 20h30 (de Brasília), no Estádio Walter Ribeiro. No mesmo dia, mas um pouco mais cedo, às 19h15, o Figueirense recebe o Vitória no Orlando Scarpelli.

Gilson Kleina é o treinador do Criciúma (Foto: Caio Marcelo/Criciúma E.C.)

O Jogo – Após um começo de partida morno, o Figueirense construiu ótimo contra-ataque e criou a primeira chance real de gol aos 26 minutos. Fellipe Mateus disparou, ganhou da defesa na velocidade, invadiu a área e chutou rasteiro para Luiz defender.

O susto pareceu ter acordado o Criciúma, que dominou a reta final do tempo inaugural. Sandro apareceu sozinho após cobrança de escanteio e testou rente à trave. Mais tarde, Wesley e Vinícius arriscaram chutes de média distância e colocaram o arqueiro Denis para trabalhar.

O Figueirense voltou melhor do intervalo e assustou o rival duas vezes antes dos 10 minutos. Após passe de calcanhar de Tony, Juninho arrematou por cima da meta. Na sequência, o meia tentou de novo, mas parou em boa defesa de Luiz.

De tanto martelar, o Figueira saiu na frente aos 22 minutos. Depois de cruzamento, a bola sobrou para Matheus Lucas, que fez o pivô e encontrou Willian Popp. O camisa 30 arrematou bonito, colocado, para balançar as redes.

A resposta do Criciúma veio 12 minutos depois, quando Marlon foi atropelado por Fellipe Mateus dentro da área e o árbitro não pensou duas vezes em marcar pênalti. Na marca da cal, Daniel Costa não desperdiçou e decretou o empate por 1 a 1 como placar da partida.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 1X1 FIGUEIRENSE

Local: Estádio Heriberto Hulse, Criciúma (SC)
Data: 27 de julho de 2019 (sábado)
Horário: 11h00 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Cartões amarelos: Julimar (CRI). Betinho (FIG)
GOLS:
FIGUEIRENSE: Willian Popp aos 22 minutos do 2°T.
CRICIÚMA: Daniel Costa aos 35 minutos do 2°T.

CRICIÚMA: Luiz, Marcos Vinícius, Sandro, Derlan e Marlon; Adilson, Eduardo (Daniel Costa) e Wesley; Reis (Julimar), Vinícius (Reinaldo) e Léo Gamalho.
Técnico: Gilson Kleina

FIGUEIRENSE: Denis, Victor Guilherme (Pereira), Ruan Renato, Alemão e Matheus Destro; Zé Antônio, Betinho (Patrick) e Tony; Fellipe Mateus, Willian Popp e Juninho (Matheus Lucas)
Técnico: Hemerson Maria

O post Criciúma e Figueirense empatam clássico catarinense no Heriberto Hulse apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Criciúma e Figueirense fazem clássico neste sábado pela Série B

Gilson Kleina precisa vencer para se afastar do Z4 (Foto: Caio Marcelo/www.criciuma.com.br)

Tentando quebrar a sequência de duas derrotas consecutivas, o Criciúma busca reabilitação frente ao rival Figueirense. O Tigre ocupa a 15ª posição e vai contar com a força da sua torcida neste sábado, às 11 horas, no Heriberto Hulse, para vencer o clássico catarinense.

Após 11 rodadas, o Criciúma tem apenas 36% de aproveitamento. Estatística que pode ser explicada pela falta de gols da equipe de Gilson Kleina. Os números são alarmantes. Com sete gols marcados e 12 sofridos, e equipe do Tigre está entre as cinco piores médias da Série B.

Luiz, goleiro do Criciúma, sabe dos ônus e bônus de um jogo dessa importância em um momento delicado. “É preciso manter a tranquilidade e fazer um jogo convincente, como foi diante do Coritiba. Deixar a equipe organizada, principalmente na parte de trás. Vencer o clássico dá moral, mas se perder traz desconforto”, comentou.

Figueirense encerrou a preparação para o clássico na manhã desta sexta-feira (Foto: Patrick Floriani/FFC)

Ao contrário do Criciúma, o Figueirense vive um bom momento na competição. Com apenas uma derrota nas últimas doze partidas, a vitória no clássico pode levar o elenco de Rogério Micale ao G4. O retrospecto do confronto também é favorável aos visitantes. São quatro vitórias, três empates e uma derrota desde o Majestoso no Campeonato Brasileiro de 2014.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA X FIGUEIRENSE

Local: Estádio Heriberto Hulse, Criciúma (SC)
Data: 27 de julho de 2019 (sábado)
Horário: 11h00 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

CRICIÚMA: Luiz, Marcos Vinícius, Sandro, Derlan e Marlon; Adilson (Jean Mangabeira), Eduardo e Wesley; Reis (Daniel Costa), Vinícius e Léo Gamalho.
Técnico:Gilson Kleina

FIGUEIRENSE: Denis, Victor Guilherme, Ruan Renato, Alemão e Matheus Destro; Zé Antônio, Betinho e Tony; Fellipe Mateus, Willian Popp e Matheus Lucas
Técnico: Rogério Micale

O post Criciúma e Figueirense fazem clássico neste sábado pela Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Antônio Lopes será o diretor do futebol do Figueirense

Antônio Lopes tem no currículo dois títulos brasileiros, uma Libertadores, Copa do Brasil e Taça Rio-São Paulo (Foto: Vitor Silva/SSPress)

O experiente Antônio Lopes, de 77 anos, já desembarcou em Florianópolis e será o novo diretor de futebol do Figueirense. O ex-treinador chega para assumir o cargo, vago desde dezembro do ano passado, após a demissão de Felipe Faro.

A pedido do clube, Antônio Lopes deu poucas palavras em seu desembarque na capital catarinense. “Estamos aí para encarar (o desafio)”, comentou. A assinatura de contrato e oficialização do clube deve acontecer nesta sexta-feira.

Com o desafio principal de conduzir o Figueira à elite do futebol brasileiro, após o rebaixamento em 2016, o experiente carioca encontrará um ambiente conturbado entre elenco e diretoria em função dos constantes atrasos salariais.

O último trabalho de Antônio Lopes antes de chegar ao Figueirense foi no Botafogo, justamente como gerente de futebol. Antes de passar pelo clube carioca, teve passagem pelo Athletico-PR na mesma função.

Como técnico, um currículo invejável, com passagens por Vasco, Athletico-PR, Vitória, América-MG, Avaí, Goiás, Fluminense, Corinthians, Coritiba, Grêmio, Paraná, Cruzeiro, Internacional, Santos, Flamengo, Portuguesa, entre outros. Durante a carreira, conquistou dois Campeonatos Brasileiros (1997 e 2005), uma Copa do Brasil (1992), uma Libertadores (1998) e uma Taça Rio-São Paulo (1999).

O Figueira se encontra em nono na Série B do Campeonato Brasileiro, com 17 pontos, três atrás do 4º colocado Londrina, e oito do São Bento, 17º na tabela e primeiro da zona de rebaixamento.

O post Antônio Lopes será o diretor do futebol do Figueirense apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Paraná passa pelo Figueira e soma cinco vitórias consecutivas na Série B

Tricolor faz grande campanha dentro e fora de casa (Divulgação/PRC)

O Paraná Clube conquistou sua quinta vitória consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, mais uma vez fora de casa, ao bater o Figueirense por 1 a 0, no Estádio Orlando Scarpelli, assumindo a liderança provisória da competição e confirmando a grande fase. Com o resultado, o time paranista chegou aos 22 pontos, esperando os adversários diretos para saber qual sua posição no G4. Já o Figueira, com 17 pontos, caiu para a nona posição.

Depois de uma primeira etapa sem bola na rede, o Tricolor da Vila abriu a contagem aos 29 minutos, com o meia João Pedro, que cobrou penalidade sofrida por ele mesmo.

Na próxima rodada, o Figueirense enfrenta o Criciúma, sábado, no Estádio Heriberto Hulse. Já o Paraná Clube terá pela frente o Sport, sexta-feira, na Vila Capanema, em Curitiba.

O jogo – Em crise financeira, o Figueira tentava responder em campo com superação dos atletas. Aos três minutos, cobrança de escanteio para Alemão, que subiu no meio da defesa paranista para testar pela linha de fundo. Aos oito minutos, Matheus Destro passou pela marcação e cruzou rasteiro para Alisson deixar a meta e interceptar.

O Tricolor respondeu aos 14 minutos, com João Pedro recebendo pela direita e rolando para Bruno Rodrigues, com espaço à frente, bater por cima do gol, raspando o poste. A disputa era equilibrada, como o time da casa um pouco mais solto no campo de ataque. Aos 22 minutos, Zé Antônio soltou o tiro de longe, para fora.

Os chutes de longa distância eram a principal arma das equipes. Aos 27 minutos, foi a vez de Bruno Rodrigues arriscar e parar nas mãos de Dênis. A marcação era forte no setor de meio-campo. Aos 36 minutos, Rafael Marques recebeu na entrada da área e soltou o pé para defesa de Alisson. Reclamação paranista, os 43 minutos, depois de entrada de Betinho em Bruno Rodrigues na área. A arbitragem mandou o jogo seguir.

Para o segundo tempo, as equipes retornaram sem novidades. O Figueira voltou com mais volume na busca pela abertura do placar. Aos quatro minutos, Felipe Mateus recebeu na área, girou o corpo e bateu por cima da meta. Aos oito minutos, William Popp recebeu sem marcação e cruzou na medida para Rafael Marques testar para fora. O jogador levou a pior no lance e precisou ser substituído após choque de cabeça.

Contra-ataque em velocidade para o Tricolor da Vila, aos 16 minutos, com Bruno Rodrigues servindo Guilherme Santos, que cruzou fechado e ganhou escanteio após desvio da defesa pela linha de fundo. O Figueira chegou bem aos 24 minutos, com chute de Willian Popp, mas Alisson defendeu com segurança e não deu rebote.

Aos 28 minutos, João Pedro recebeu na área, de frente para o gol, e foi derrubado. Desta vez o árbitro marcou a penalidade. O próprio meia foi para a cobrança e abriu o placar. Éder Sciola se arriscou no ataque, aos 36 minutos, e arrematou de longe, direto para fora. O goleiro Alisson ajudava a segurar o resultado e, aos 40 minutos, parou chute de Matheus Lucas. O Figueira ensaiou uma pressão, mas não conseguiu arrancar o empate.

FIGUEIRENSE 0 X 1 PARANÁ

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 23 de julho de 2019, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fabio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)
Cartões amarelos: Victor Guilherme e Destro (Figueirense); Luan , Itaqui e Jenison (Paraná)

Gols
PARANÁ: João Pedro, aos 29 minutos do segundo tempo

FIGUEIRENSE : Denis, Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Matheus Destro; Zé Antônio (João Diogo), Betinho e Tony; Fellipe Mateus (Robertinho), Willian Popp e Rafael Marques (Matheus Lucas)
Técnico:Hemerson Maria

PARANÁ: Alisson; Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Guilherme Santos; Luan; Itaqui (Ramon), Fernando Neto, João Pedro (Leandro Almeida) e Bruno Rodrigues; Jenison (Rodrigo Porto).
Técnico:Matheus Costa

O post Paraná passa pelo Figueira e soma cinco vitórias consecutivas na Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Paraná busca quinta vitória consecutiva diante do Figueirense

Tricolor vem de vitória fora de casa diante do Brasil de Pelotas (Divulgação/PRC)

Embalado por quatro vitórias consecutivas que levaram o time ao G4 da Série B do Campeonato Brasileiro 2019, o Paraná Clube agora busca a liderança, nesta terça-feira, diante do Figueirense, às 19h15 (de Brasília), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Os donos na casa, por sua vez, estão próximos e de olho em lugar entre os quatro primeiros colocados.

O técnico Matheus Costa terá pelo menos dois desfalques para manter o time base. O goleiro Thiago Rodrigues e o volante Luiz Otávio receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensa automática. Com isso, Alisson deve assumir a meta, enquanto pelo meio Luan e Jhonny Lucas disputam posição. O restante da equipe pode ser o mesmo time que começou diante do Brasil de Pelotas, com a possibilidade da volta de Itaqui, novamente à disposição.

O treinador paranista prevê um adversário duro, com as últimas boas apresentações estudadas, como deve ser daqui para frente todo jogo do Paraná. “Acredito que quanto mais a gente é exposto, mostrando a nossa capacidade, maior a nossa responsabilidade para manter isso. A gente começa a ser um holofote dentro da Série B. Os adversários sabem que somos uma equipe perigosa”, avaliou.

O Figueira desperdiçou a chance de entrar no G4 ao empatar diante do Londrina, em um duelo direto na parte de cima da tabela de classificação. Agora, terá uma nova chance, mas diante de um adversário que vive um momento melhor. Vivendo ainda um momento de crise financeira, com direito a desabafo do técnico Hemerson Maria sobre a situação, o grupo tentará dar uma resposta em campo.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X PARANÁ

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 23 de julho de 2019, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Fabio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)

FIGUEIRENSE  Denis, Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Matheus Destro; Zé Antônio (Robertinho), Betinho e Tony; Fellipe Mateus (Andrigo), Willian Popp (Matheus Lucas) e Rafael Marques
Técnico:Hemreson Maria

PARANÁ: Alisson; Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Guilherme Santos; Jhonny Lucas (Luan); Itaqui, Fernando Neto e Bruno Rodrigues; Jenison.
Técnico:Matheus Costa

O post Paraná busca quinta vitória consecutiva diante do Figueirense apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Com um a menos, Londrina segura empate com Figueirense fora de casa

Figueirense e Londrina ficaram no empate em Florianópolis (Foto: Matheus Dias/FFC)

Na noite desta sexta-feira, o Figueirense recebeu o Londrina no Estádio Orlando Scarpelli, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. E mesmo com um jogador a menos desde a metade do primeiro tempo, os paranaenses conseguiram segurar o empate em 1 a 1. Victor Guilherme marcou para os donos da casa, enquanto Alisson Safira, de letra, fez o gol dos visitantes.

Com o resultado, as duas equipes perderam a chance de entrar no G4 da competição. O Tubarão ocupa a quinta colocação do campeonato e o Figueira vem logo atrás, no sexto lugar. Ambos os clubes somam 17 pontos conquistados e ainda podem ser ultrapassados na rodada pelo Botafogo-SP, que joga no sábado (20).

Pela próxima rodada, os dois times entram em campo na terça-feira, dia 23. Às 19h15 (de Brasília), o Figueirense recebe o Paraná no Estádio Orlando Scarpelli. Já o Tubarão joga às 21h30, contra o Vitória, no Estádio do Café.

O jogo 

A partida começou muito truncada, com vários erros de passes das duas equipes no meio do campo. E logo aos 16 minutos, o técnico Alemão já teve um problema para resolver. O lateral-esquerdo Breno fez falta em Rafael Marques perto da área e levou o segundo cartão amarelo, deixando o Londrina com um jogador a menos. Com isso, o treinador decidiu tirar o meia Higor Leite e colocar o volante Matheus Bertotto.

Com a vantagem numérica, o Figueirense teve a primeira chance de perigo do jogo, aos 32 minutos. Em falta cobrada de longa distância, Zé Antônio arriscou o chute forte direto, mas Matheus Albino caiu e fez boa defesa para salvar sua equipe.

Contudo, foi o Tubarão que tirou o zero do marcador, com um belo gol de Alisson Safira aos 40 minutos. Anderson Oliveira recebeu lançamento de Germano pelo lado esquerdo, pedalou e cruzou na área do Figueira. O camisa 9 apareceu e tocou de letra para colocar o Londrina à frente no placar.

Na volta do intervalo, o Figueirense conseguiu chegar ao empate com apenas sete minutos da etapa final. Victor Guilherme recebeu pela direita e avançou sozinho. O lateral deixou Matheus Bertotto para trás, entrou na área, bateu forte e mandou para o fundo das redes, deixando tudo igual no confronto.

Pouco depois, aos 13 minutos, o zagueiro Alemão quase devolveu a vantagem para os visitantes. Sozinho no meio do campo, o defensor recuou a bola para Denis, porém o goleiro estava fora da área e teve que se jogar para dar um tapa e evitar o gol contra.

Ao longo do segundo tempo, os donos da casa se esforçaram para buscar a virada, sem muita eficiência. Com mais posse de bola, mas abusando dos cruzamentos, a equipe catarinense não levou muito perigo à meta londrinense. Desse modo, o empate persistiu no placar até o final da partida.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 X 1 LONDRINA

Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 19 de Julho de 2019, sexta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)
Cartões amarelos: Willian Popp e Ruan Renato (Figueirense); Breno, Germano e Anderson Leite (Londrina) 
Cartão vermelho:
Breno (Londrina)
Gols:
Victor Guilherme, aos sete minutos do segundo tempo (Figueirense); Alisson Safira, aos 40 minutos do primeiro tempo (Londrina)

FIGUEIRENSE: Denis, Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Matheus Destro; Zé Antônio (Robertinho), Betinho e Tony; Fellipe Mateus (Andrigo), Willian Popp (Matheus Lucas) e Rafael Marques
Técnico: Hemerson Maria

LONDRINA: Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes, Augusto e Breno; Germano, Anderson Leite e Higor Leite (Matheus Bertotto); Paulinho Moccelin (Sílvio), Alisson Safira (Uelber) e Anderson Oliveira
Técnico: Alemão

O post Com um a menos, Londrina segura empate com Figueirense fora de casa apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva