Lesionado na Chapecoense, Douglas não enfrenta o Grêmio

Além de Douglas, outros 6 atletas tratam lesão na Chapecoense (Foto: Rafael Bressan/ACF)

Após sair machucado da partida contra o Bahia no último domingo, o zagueiro Douglas, da Chapecoense, foi diagnosticado com uma lesão muscular na coxa esquerda. Apesar de não haver previsão para o retorno, o atleta não enfrentará o Grêmio na próxima segunda-feira, pelo Campeonato Brasileiro.

Douglas foi apontado com uma lesão de grau 1 no músculo adutor da coxa esquerda, caracterizada como um ferimento leve.

O camisa 23 integra uma longa lista de atletas da Chape no departamento médico. Além dele, Vini Locatelli, Elicarlos, Yann, Vagner e Thiago Santos estão tratando lesões.

No lugar de Douglas, o técnico interino Emerson Cris deve escalar Márcio Ramos, que fez sua estreia na última rodada.

O post Lesionado na Chapecoense, Douglas não enfrenta o Grêmio apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Eduardo pede reação imediata da Chape: “Não podemos deixar para depois”

Eduardo lamentou o momento da Chape (Foto: Sirli Freitas/Chape)

A Chapecoense chegou ao sexto jogo sem vitória neste domingo. Mesmo jogando em casa, a equipe dirigida interinamente por Emerson Cris demonstrou bastante esforço, mas pouco produziu ofensivamente para bater o Bahia, em duelo da 12ª rodada do Brasileiro, e teve que se contentar com um empate sem gols.

Ainda assim, a torcida aplaudiu o time ao final de jogo. Para o lateral Eduardo, o time foi melhor no ataque e o resultado pode ser visto com bons olhos. “Houve o reconhecimento pelo jogo que fizemos, pela determinação que o time teve”, disse ao Premiere.

“Nos últimos jogos, a gente vinha até jogando bem, mas de uma forma passiva. Hoje agredimos mais o adversário e poderíamos ter feito o gol, mas pontuamos. Brasileiro é assim, não podemos deixar de pontuar em nenhuma rodada. Tivemos alguns tropeços em casa e esse ponto pode ajudar lá na frente”, analisou.

Com o resultado, a Chapecoense vai aos nove pontos, segue momentaneamente na 18ª colocação e perde a chance de deixar a zona de rebaixamento. A equipe volta aos gramados pela competição apenas na próxima segunda-feira, quando vai a Porto Alegre visitar o Grêmio, na Arena, às 20 horas (de Brasília).

“Fora de casa vamos tentar pontuar também para que a gente possa sair zona e depois se distanciar. A cada rodada que a gente passa sem pontuar o perigo é maior. Não podemos mais deixar para depois”, finalizou.

O post Eduardo pede reação imediata da Chape: “Não podemos deixar para depois” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Chapecoense e Bahia empatam sem gols e mantêm jejum de vitórias

Chapecoense e Bahia desperdiçaram a chance de retomar o caminho das vitórias na manhã deste domingo. Jogando na Arena Condá, em Santa Catarina, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, as equipes até tentaram, mas não conseguiram transformar as chances criadas em gols e tiveram que amargar um empate por 0 a 0, aumentando o jejum de triunfos.

Com o resultado, a Chapecoense chega ao sexto jogo sem vitória, vai aos nove pontos, segue momentaneamente na 18ª colocação e perde a chance de deixar a zona de rebaixamento. O Bahia, por sua vez, prolonga o jejum de triunfos para sete jogos, contando Copa do Brasil e Série A, alcança os 16 pontos e ocupa provisoriamente a 11ª posição.

A Chapecoense volta aos gramados pela competição apenas na próxima segunda-feira, quando vai a Porto Alegre visitar o Grêmio, na Arena, às 20 horas (de Brasília). Um dia antes, às 16 horas, o Bahia recebe o Flamengo na Fonte Nova.

Chapecoense e Bahia fizeram partida brigada (Foto: Divulgação)

Primeiro tempo equilibrado

Buscando uma pressão inicial, a Chapecoense colocou Douglas para trabalhar logo aos três minutos. Camilo cobrou falta da entrada da área no ângulo esquerdo, mas viu o arqueiro do Bahia voar alto para espalmar e praticar uma grande intervenção.

Após o susto, o Tricolor de Aço cresceu na partida, tomou o controle das ações e construiu boas oportunidades. Após cruzamento de Lucca, Artur apareceu como elemento surpresa e cabeceou rente à trave. Mais tarde, em nova bola alçada à área, Juninho ficou com a sobra e finalizou para Tiepo defender.

Apesar da superioridade baiana, a Chapecoense protagonizou, ao lado do árbitro Dewson Fernando Freitas, o lance mais polêmico do primeiro tempo. Depois de escanteio, Douglas deu um soco na bola e foi bloqueado por três jogadores dos mandantes antes de Henrique Almeida mandar para as redes. O juiz, no entanto, precisou consultar o recurso de vídeo para anular o tento.

Bahia cria a melhor chance, mas jogo termina zerado

Cientes da necessidade de uma vitória pelo momento que vivem, Chapecoense e Bahia se lançaram ao ataque na segunda etapa. Antes dos 10 minutos jogados, Moisés já havia obrigado Tiepo a realizar defesa, enquanto Henrique Almeida desperdiçou boa chance para a Chape ao arrematar por cima da meta.

Mais incisivos no ataque, o time visitante voltou oferecer perigo. Após Tiepo salvar mais uma vez em arrancada de Lucca, o goleiro nada pôde fazer em confusão na área e viu Artur tocar em sua saída, mas Gum apareceu em cima da linha para impedir o gol baiano.

Com o passar do tempo, as duas equipes foram se desesperando dentro de campo, perderam a organização e a partida ficou travada no meio-de-campo. Ainda assim, os baianos tiveram a oportunidade derradeira em chute de Gregore, porém a bola passou raspando a trave.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0X0 BAHIA

Local: Arena Condá, Chapecó, SC
Data: 28 de Julho de 2019, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Helcio Araujo Neves (PA)
Cartão amarelo: Ezequiel (BAH)
Gols:

CHAPECOENSE: Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas (Maurício Ramos) e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Augusto, Camilo (Diego Torres) e Gustavo Campanharo; Everaldo e Henrique Almeida (Arthur Gomes).
Técnico: Emerson Cris

BAHIA: Douglas; Ezequiel, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Ramires (Shaylon); Lucca (Fernandão), Artur e Gilberto (Clayton)
Técnico: Roger Machado

O post Chapecoense e Bahia empatam sem gols e mantêm jejum de vitórias apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Na degola, Chapecoense recebe o Bahia pelo Brasileirão

Vindo de uma semana turbulenta, que contou com uma derrota por goleada e a demissão do técnico Ney Franco, a Chapecoense busca se reerguer no campeonato diante do Bahia, em uma partida que ocorre às 11h deste domingo, válida pela 12ª rodada do Brasileirão. O Tricolor, por sua vez, ocupa uma posição intermediária na tabela, e vem de um empate fora de casa contra o Cruzeiro.

A goleada por 4 a 0 do São Paulo diante da Chapecoense na última segunda-feira levou a diretoria do clube catarinense a demitir o técnico Ney Franco. Quem assume interinamente o comando técnico é Emerson Cris, funcionário da Chape que atua como um auxiliar fixo.

Em entrevista coletiva, o presidente Plinio David de Nes Filho destacou que o clube não terá pressa para contratar um novo treinador: “Sobre novos técnicos, não vamos conversar em técnico nesta semana. Estamos deixando para uma conversa futura. Neste momento vários nomes pipocam. Não conversamos com ninguém e não vamos conversar com ninguém”, afirmou.

Além do presidente, o próprio Emerson Cris também conversou com a imprensa, e ressaltou as mudanças que deseja implementar na equipe a partir deste confronto com o Bahia: “A parte tática muda um pouco, respeitando a cultura local. A Chapecoense é um time aguerrido, de pegada. Não que não tinha isso, mas mudando algumas peças vai ter alteração para termos um time de pegada, de marcação, que pressiona. Vai ser um jogo difícil.”

De acordo com Emerson Cris, é provável que o time titular passe por mudanças, e a principal delas é a chegada de Henrique Almeida, contratado recentemente para reforçar o ataque.

Atualmente, a Chape está na zona de rebaixamento com oito pontos somados e precisa da vitória para não permitir que os primeiros times fora da degola se distanciem.

A estréia de Gilberto pelo Bahia foi justamente contra a Chapecoense (Foto: Divulgação/EC Bahia)

Já o Bahia joga visando se aproximar da zona classificatória para a Libertadores. A equipe de Roger Machado tem 15 pontos e está há quatro jogos sem vencer na competição, um resultado negativo pode significar mais uma rodada de queda na tabela.

O atacante Gilberto ressaltou a meta de voltar a vencer: “A gente vai fazer de tudo para buscar esse triunfo, respeitando o time adversário. Nós precisamos voltar nosso foco total no Brasileiro e reencontrar os bons resultados”.

O camisa 9 lembrou também que sua estreia com a camisa tricolor foi justamente contra a Chapecoense na Arena Condá, e fez o gol que garantiu o empate por 1 a 1: “Eu lembro de todo o lance daquele jogo. Mas, claro, já passou. Nós temos que buscar fazer um grande jogo e repetir a dose. Buscar, com meus companheiros, trabalhar firme para vencer, sabendo que teremos pela frente uma partida muito dura”, afirmou.

Para o duelo de domingo, o técnico Roger Machado deve promover alterações na equipe, com a presença de reforços como o atacante Lucca, que chegou a atuar na última partida, e o meia Guerra, que pode ter a oportunidade de entrar como titular.

A última vitória do Tricolor pelo Campeonato Brasileiro foi no começo de junho, quando a equipe bateu o Grêmio por 1 a 0 em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
Chapecoense X Bahia

Local: Arena Condá, Chapecó, SC
Data: 28 de Julho de 2019, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Helcio Araujo Neves (PA)

Chapecoense: Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Augusto, Camilo e Gustavo Campanharo; Everaldo e Henrique Almeida.
Técnico: Emerson Cris

Bahia: Douglas; Ezequiel, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Ramires; Lucca, Artur e Gilberto.
Técnico: Roger Machado

 

O post Na degola, Chapecoense recebe o Bahia pelo Brasileirão apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Chapecoense demite Ney Franco após goleada para o São Paulo

Ney Franco não é mais o técnico da Chapecoense. Em comunicado oficial, emitido na noite desta quarta-feira, o clube comunicou a demissão do profissional, ocorrida dois dias depois da goleada por 4 a 0 sofrida para o São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

O auxiliar Rodney Gonçalves também deixa o time. Já o preparador físico Alexandre Lopes permanece na comissão técnica fixa do Verdão do Oeste. O assistente Emerson Cris dirigirá a equipe de forma interina, enquanto a diretoria busca um novo treinador.

Ney Franco deixa a Chapecoense com um aproveitamento de 35% (Foto: Márcio Cunha/ACF)Cha

Ney Franco deixa a Chape na zona de rebaixamento do Brasileirão. A equipe ocupa o 18º lugar, com apenas oito pontos ganhos em 11 partidas. Em 18 partidas, ele conquistou apenas cinco vitórias no clube catarinense. Foram ainda quatro empates e nove derrotas – aproveitamento de 35%.

O técnico Lista, que livrou o Ceará do rebaixamento no Brasileiro de 2018, é um dos preferidos para substituir Ney Franco. Zé Ricardo também tem o nome ventilado nos corredores da Arena Condá. A Chape volta a campo no próximo domingo, às 11 horas (de Brasília), para enfrentar o Bahia, em casa, pelo torneio nacional.

Abaixo, veja a nota oficial da Chapecoense: 

“A Associação Chapecoense de Futebol comunica, de forma oficial, o desligamento do técnico Ney Franco e de seu auxiliar Rodney Gonçalves. A decisão foi tomada em uma conversa extremamente respeitosa entre a diretoria e o técnico. Ele esteve frente à equipe profissional da Chapecoense durante 18 partidas. O preparador físico, Alexandre Lopes, continua na comissão técnica permanente do clube. Por toda a dedicação e o trabalho desempenhados frente à instituição, a Chapecoense agradece e deseja aos profissionais sucesso em seus futuros projetos. O auxiliar técnico, Emerson Cris, assume a equipe interinamente até o anúncio do novo treinador”.

O post Chapecoense demite Ney Franco após goleada para o São Paulo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Presidente da Chape não banca Ney Franco e cita “correção de caminho”

Após a goleada sofrida pela Chapecoense frente ao São Paulo por 4 a 0 nesta segunda-feira, o presidente do clube catarinense, Plínio David de Nes Filho, deu entrevista dura no Morumbi e sinalizou importantes mudanças para o restante da temporada.

Questionado sobre uma possível demissão do técnico Ney Franco, o mandatário respondeu: “Não, não é apenas isso, quem sabe mais outras coisas possam acontecer. Mas tem que fazer uma avaliação disso, eu não sou o único a fazer esta avaliação, tem uma equipe toda que fará esta avaliação para ver qual o caminho que a gente deve tomar”.

(Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

“Mas evidentemente que a gente vai procurar uma correção de caminho, isso não tenha nenhuma dúvida, porque nossa trajetória está com muitos pedregulhos e não é por aí”, completou.

Plínio também fez uma breve análise da equipe, que após levar o 0 a 0 para o vestiário, levou quatro gols na segunda etapa. “O time jogou bem no 1º tempo, no 2º em 10 minutos tivemos uma total desconcentração e ficamos devemos. É uma situação realmente difícil, nós temos que analisar com muita profundidade quando chegarmos em casa”, analisou.

“Hoje (segunda-feira) não adianta tomar uma decisão porque tomar decisão precipitada leva a uma dificuldade maior num futuro próximo, então vamos com calma”, explicou o presidente.

A Chapecoense é a 18ª colocado do Campeonato Brasileiro, dentro da zona do rebaixamento, com apenas oito pontos somados. Após a parada para a Copa América, a equipe ainda não conseguiu pontuar, com derrota em casa para o Atlético-MG e a goleada desta segunda-feira.

O post Presidente da Chape não banca Ney Franco e cita “correção de caminho” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Sobrevivente de tragédia da Chape, aeromoça afirma que voltará a voar

Ximena Suárez postou fotos com o uniforme da companhia aérea Amaszonas (Foto: Reprodução/Facebook)

A boliviana Ximena Suárez, aeromoça e uma dos seis sobreviventes da queda do avião da LaMia na Colômbia, que deixou 71 mortos em 2016, incluindo grande parte do elenco da Chapecoense, declarou que voltará a voar em breve.

Em publicação no Facebook, Suárez escreveu a legenda “Voltando! Treinamento!”, junto a três fotos. Nas imagens, ela aparece ao lado de um piloto e outras aeromoças da companhia aérea boliviana Amaszonas, que ainda não comentou o conteúdo do post.

Mãe solteira de dois meninos, Ximena Suárez sobreviveu ao acidente do pequeno avião Avro RJ85 da LaMia, no qual viajava como comissária de bordo. Além dela, apenas outras cinco pessoas saíram com vida: os jogadores Jackson Follman, Alan Ruschel e Neto, o mecânico Erwin Tumiri e o jornalista Rafael Henzel, que veio a falecer em março deste ano, por conta de um infarto enquanto jogava futebol.

A queda da aeronave vitimou 19 jogadores da Chapecoense, além de diretores do clube e jornalistas brasileiros que estavam a caminho de Medellín, onde seria disputada a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional. Ao todo, o acidente deixou 71 mortos entre as 77 pessoas a bordo.

O post Sobrevivente de tragédia da Chape, aeromoça afirma que voltará a voar apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva