Valentim se empenha para recuperar Valencia no Botafogo

Leonardo Valencia foi um dos destaques do Botafogo na vitória diante do CSA (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

A falta de criatividade tem sido um dos principais problemas do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Desde que retornou ao clube, o técnico Alberto Valentim não escondeu um dos seus objetivos: recuperar o apoiador Leonardo Valencia. O jogador caiu de produção em 2019, quase deixou General Severiano e era pouco utilizado por Eduardo Barroca. Apesar disso, permaneceu no plantel e reencontrou Valentim, com quem teve bom desempenho em 2018, conquistando inclusive o título carioca.

O trabalho de Alberto Valentim vem surtindo efeito. O jogador foi um dos melhores em campo na vitória de 2 a 1 sobre o CSA na noite de segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

“O Leonardo Valencia é um jogador que eu conheço, com quem trabalhei e sei que pode ser muito útil ao elenco do Botafogo. Precisa readquirir ritmo de jogo para nos ajudar ainda mais. Ele é muito profissional, sério, treina com muito empenho e é competitivo. Porém, logicamente precisa de confiança como qualquer outro jogador. Sei que ainda pode nos auxiliar muito nesta trajetória”, disse Valentim.

O treinador pretende montar um time bem “cascudo”, ao contrário de Barroca, que apostava mais nos jovens. Tanto que espera de forma ansiosa os retornos do zagueiro argentino Joel Carli e do volante Alex Santana, entregues ao departamento médico. “Carli deve estar à disposição no próximo jogo. Agora temos que aguardar o Alex”, declarou Valentim.

Além deles, Alberto Valentim pretende insistir com o volante Cícero, que teve boa atuação contra os alagoanos, e com Diego Souza, que vem sendo utilizado como apoiador pelo treinador, que o fez abandonar o comando do ataque.

O Botafogo volta a jogar no próximo domingo, às 16h (de Brasília), quando visita o Grêmio na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como a terça-feira foi de trabalho regenerativo, a definição da formação que vai jogar contra os gaúchos começa a ser definido nesta quarta-feira, quando o treino está previsto para a parte da tarde.

O post Valentim se empenha para recuperar Valencia no Botafogo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Igor Cássio realiza sonho de criança

Destaque da vitória do Botafogo sobre o CSA, nesta quarta-feira, no estádio Nilton Santos, o atacante Igor Cássio, autor do gol da vitória do Alvinegro se confessou emocionado ao marcar seu primeiro gol como profissional. Em entrevista ao canal Sportv, o atacante fez diversos agradecimentos e se emocionou ao lembrar que sua família estava presente no Engenhão e vibrou com o seu gol.

“É um sonho de criança poder fazer meu primeiro gol com a camisa do Botafogo”, disse.

(Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Igor Cássio comentou que não sabe se será mantido na equipe titular na partida diante do Grêmio, mas disse que está à disposição do técnico Alberto Valentim e vai seguir trabalhando forte para corresponder à confiança do treinador e marcar outros gols importantes.

O jovem atacante disse ainda que o grupo vem trabalhando muito para voltar a ter bons resultados no Campeonato Brasileiro e se afastar de vez da zona do rebaixamento.

“O professor tem conversado bastante e o resultado aconteceu. Estávamos precisando muito da vitória”.

Para a partida diante do Grêmio, o técnico Alberto Valentim vai esperar a definição do departamento médico sobre a situação dos zagueiros Joel Carli e Marcelo Benevenuto que estão lesionados. Caso eles não tenham condições de serem aproveitados, a zaga será formada por Kanu e Gabriel, como aconteceu no segundo tempo da partida diante do CSA.

O post Igor Cássio realiza sonho de criança apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Em reestreia de Valentim no Engenhão, Botafogo conquista vitória importante sobre o CSA

O Botafogo alcançou um importante resultado ao derrotar o CSA por 2 a 1, em partida disputada na noite desta segunda-feira, no estádio Nilton Santos. A vitória fez o Alvinegro de General Severiano chegar aos 33 pontos ganhos e ocupar a 13ª colocação. O CSA segue com 26 pontos ganhos na 18ª. Os gols foram marcados por Luciano Castan, contra, e Igor Cássio para o Botafogo, enquanto Ricardo Bueno, cobrando pênalti, fez o gol do CSA.

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Foi a primeira vitória conseguida por Alberto Valentim no comando do Botafogo e o time fez por merecer o resultado. Foi superior ao CSA durante a maior parte do jogo e não se assustou com o gol de empate anotado pelos alagoanos. Os visitantes foram uma equipe lutadora, mas que não mostrou condições para superar o adversário.

Na próxima rodada, o Botafogo vai visitar o Grêmio em Porto Alegre, enquanto o CSA terá o líder Flamengo pela frente, no Maracanã.

O jogo
O Botafogo começou a partida no ataque e, logo aos dois minutos, Diego Souza tabelou com Leo Valencia e foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Valencia bateu colocado, mas a bola se chocou com a barreira. O Alvinegro de General Severiano mostrava disposição para atacar enquanto o CSA se preocupava apenas com o setor defensivo.

Os cariocas mantinham quatro jogadores no setor ofensivo, pressionando a defesa nordestina. Diego Souza e Victor Rangel atuavam centralizados, enquanto Luiz Fernando e Leo Valencia ficavam abertos pelas pontas.

Aos 15 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Luiz Fernando cruzou na direita e Luciano Castan, ao tentar cortar, desviou contra o seu gol, sem chances para João Carlos.

Depois de assegurar a vantagem, o time dirigido por Alberto Valentim diminuiu o ritmo, mas manteve o controle do jogo, impedindo que o CSA chegasse com perigo ao gol defendido por Gatito Fernández.

Aos 42 minutos, Valencia fez grande lançamento para Luiz Fernando que entrou nas costas da zaga e chutou forte e a bola passou bem perto da trave esquerda do goleiro João Carlos.

O Fogo voltou para o segundo tempo com Kanu na vaga de Marcelo Benevenuto que não teve condições de prosseguir na partida. Logo aos cinco minutos, o Alvinegro desperdiçou uma grande oportunidade para ampliar. Após cruzamento de Valencia na área, João Paulo e Victor Rangel, livre, chutou em cima do goleiro João Carlos.

A equipe alagoana voltou  mais agressivo e chegou ao empate aos 20 minutos. A bola bateu no braço de Yuri na área alvinegra e , depois de consulta ao VAR, o árbitro confirmou o pênalti que Ricardo Bueno converteu.

O Botafogo não se abalou e marcou o segundo gol aos 23 minutos, através de Igor Cássio que recebeu ótimo lançamento do zagueiro Gabriel e mandou uma bomba para vencer João Carlos. Foi o primeiro gol marcado pelo atacante como profissional.

Aos 33 minutos, a situação do CSA se complicou. O volante João Vitor recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. Três minutos depois, Victor Rangel desperdiçou nova chance, ao furar após cruzamento de Marcinho. A bola ainda ficou com Igor Cássio que bateu para fora.

O time carioca seguiu pressionando para tentar liquidar a partida e, aos 40 minutos, Leo Valencia mandou uma bomba da entrada da área e João Carlos espalmou para escanteio.

Nos minutos finais, a equipe alagoana partiu com tudo para buscar o empate e o Botafogo recuou para segurar o resultado, chutando a bola para todos os lados, sem se preocupar em organizar novos ataques. No minuto final dos acréscimos, Apodi ainda bateu cruzado e assustou Gatito Fernández, mas a bola saiu e o Botafogo assegurou a importante vitória.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 CSA
Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de outubro de 2019, segunda-feira
Hora: 20h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Público: 18.199 presentes
Cartão Amarelo: Cícero, Rickson(Bota);Carlinhos(CSA)
Cartão Vermelho: João Vitor(CSA)
Gols: Luciano Castan (contra), aos 15 do primeiro tempo, e Igor Cássio, aos 23 do segundo tempo (Botafogo); Ricardo Bueno, aos 20 do segundo tempo.

BOTAFOGO: João Carlos, contra, aos 15 minutos do primeiro tempo e Igor Cássio aos 23 minutos do segundo tempo
CSA: Ricardo Bueno, aos 20 minutos do segundo tempo
BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto(Kanu), Gabriel e Yuri; Cícero(Rickson), João Paulo e Leo Valencia: Luiz Fernando(Igor Cássio), Diego Souza e Victor Rangel
Técnico: Alberto Valentim

CSA: João Carlos, Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; João Vítor, Naldo(Celsinho) e Jonathan Gomez(Ricardo Bueno); Apodi, Warley e Alecsandro(Jarro Pedroso)
Técnico: Argel Fucks

O post Em reestreia de Valentim no Engenhão, Botafogo conquista vitória importante sobre o CSA apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Valentim tenta primeira vitória no Botafogo em jogo contra o CSA

Foto: Vitor Silva/Botafogo.

O Botafogo não faz um bom returno e despencou na classificação do Campeonato Brasileiro. Agora, próximo da zona de rebaixamento, a equipe alvinegra terá a chance de se afastar do grupo dos quatro últimos nesta segunda-feira, quando recebe o CSA, no Nilton Santos.

Os botafoguenses confiam em uma reviravolta após a chegada do técnico Alberto Valentim, que estreou na derrota para o Vasco, no meio de semana. Do outro lado, os alagoanos buscam um bom resultado para deixar a degola.

No Botafogo, o clima é de tensão pela sequência de maus resultados e a aproximação da zona de rebaixamento. O confronto contra o CSA é considerado fundamental para a retomada das vitórias na Série A.

“É vencer ou vencer. Não de qualquer jeito, com responsabilidade. Confronto direto contra o CSA, temos que ganhar para quem está embaixo não encostar na gente. A gente conversa entre si. Tivemos boas atuações, mas nem sempre as coisas acontecem. É não se abalar com o momento e buscar a reação contra o CSA”, disse o zagueiro Marcelo Benevenuto.

O defensor minimizou o fato do Botafogo entrar em campo pressionado pela necessidade do resultado e o pouco tempo de trabalho sob o comando do técnico Alberto Valentim.

“Pressão a gente vive o ano todo. Se ganha está tudo tranquilo, quando perde o mundo está acabando. Não vejo outro resultado contra o CSA que não a vitória. O Valentim conhece o elenco e isso facilita o trabalho. Temos o jogo contra o CSA para sair dessa situação complicada”, declarou.

Para esta partida, Valentim sabe que não poderá contar com o atacante Rodrigo Pimpão, que sofreu uma lesão no joelho no clássico contra o Vasco. Além dele, Gabriel também deixou o campo com um problema físico. O zagueiro dificilmente terá condição de atuar contra o CSA, mas a equipe alvinegra terá o retorno de Joel Carli. Outro que volta é o goleiro Gatito Fernández, que estava com a seleção paraguaia.

O CSA vem mostrando que pode deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A equipe alagoana tem pontuado, principalmente em casa, e pode deixar a degola em caso de vitória. O técnico Argel Fucks destacou que os visitantes poderiam estar melhores se tivessem tido mais atenção longe de Maceió.

“Temos feito bons jogos fora de casa, mas não temos pontuado. Tinha uma vitória na mão contra o São Paulo e deixamos escapar aos 43 minutos. Tínhamos um empate com o Bahia na mão e tomamos um gol de falta aos 43 minutos. Contra o Goiás, tinha um jogo controlado e podia, no mínimo, ter empatado. Só aí são cinco pontos. Precisamos melhorar um pouquinho fora de casa”, disse.

A notícia ruim para a torcida do CSA é o grande número de desfalques. Argel Fucks listou os jogadores que estão fora da partida desta segunda-feira.

“Ricardo Bueno está machucado, Jordy está machucado, Didira está machucado, Jean Cléber está machucado e Euller está machucado. E agora, mais o Bustamante. Então, isso é a sequência de jogos, é muito forte. A gente tem confiança total em todos os jogadores, a gente vai usar quem tem – declarou.

Para o confronto contra o Botafogo, Argel perdeu Bustamante. Bruno Alves e Warley brigam por um lugar na equipe titular. No restante, a formação deve ser a mesma do empate com o Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X CSA

Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de outubro de 2019, segunda-feira
Hora: 20h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto (Joel Carli), Gabriel e Yuri; Cícero, Gustavo Bochecha e João Paulo; Valencia, Luiz Fernando e Diego Souza
Técnico: Alberto Valentim

CSA: João Carlos, Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; João Vítor, Naldo e Jonathan Gomez; Apodi, Bruno Alves (Warley) e Alecsandro
Técnico: Argel Fucks

 

 

O post Valentim tenta primeira vitória no Botafogo em jogo contra o CSA apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Valentim esboça escalação do Botafogo para enfrentar o CSA

O Botafogo entra em campo somente na segunda-feira, contra o CSA, no Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Por isso, o técnico Alberto Valentim utilizou o treino deste sábado para esboçar a escalação para o confronto que pode afastar os alvinegros da zona de rebaixamento.

A principal novidade foi a presença do meia Leo Valencia entre os titulares. O chileno trabalhou na vaga de Rodrigo Pimpão, que sofreu uma lesão no joelho no clássico contra o Vasco.

(Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

O zagueiro Gabriel, que também saiu do clássico com um problema físico, se recuperou e vai para a partida. Seu companheiro no setor ainda está indefinido: Joel Carli ainda é dúvida e Marcelo Benevenuto pode seguir como titular.

Assim, os cariocas devem ir a campo com a seguinte formação: Gatito Fernández, Marcinho, Marcelo Benevenuto (Joel Carli), Gabriel e Yuri; Cícero, Gustavo Bochecha e João Paulo; Valencia, Luiz Fernando e Diego Souza.

Com 30 pontos, o Botafogo está na 13ª posição do Campeonato Brasileiro, quatro pontos acima do CSA, primeiro dentro da zona de rebaixamento. O duelo contra os alagoanos é considerado fundamental para as pretensões dos alvinegros de seguirem distantes das últimas posições.

O post Valentim esboça escalação do Botafogo para enfrentar o CSA apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Valentim acredita que Botafogo precisa melhorar “em todos os quesitos”

O técnico Alberto Valentim sabe que terá trabalho para recuperar o Botafogo no Campeonato Brasileiro. O comandante admitiu que os alvinegros precisam melhorar em todos os setores do campo e falou sobre alguns aspectos que vai focar com o elenco.

“Eu acredito que o Botafogo precisa melhorar em todos os quesitos. Perder menos bolas que a gente pode evitar essa perda, com um trabalho técnico melhor, fazendo uma fase defensiva mais forte. Alternar essas jogadas de posse e verticais, acredito que a gente tem aí uma margem grande para melhorar e vai melhorar com certeza”, disse o treinador.

Valentim fez sua estreia no comando do Botafogo contra o Vasco (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Valentim já vislumbra a primeira vitória sob seu comando na segunda-feira, quando o Botafogo terá pela frente o CSA, que está na zona de rebaixamento.

“Temos, claro, o maior respeito por todos os adversários. Sobre o Campeonato Brasileiro, já falamos inúmeras vezes que não tem jogo fácil. O CSA está fazendo um bom trabalho com o Argel, mas precisamos vencer o jogo em casa, vamos fazer de tudo para vencer o jogo, sem dúvida”, declarou.

Para esta partida, Valentim dificilmente terá o atacante Rodrigo Pimpão, que saiu do clássico com uma lesão no joelho. Já o zagueiro Gabriel, que também saiu lesionado, não deverá ser problema.

O post Valentim acredita que Botafogo precisa melhorar “em todos os quesitos” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Vasco vence Botafogo em clássico e se afasta do Z4 do Brasileiro

O Vasco confirmou o bom momento e venceu por 2 a 1 o Botafogo, nesta quarta-feira, em São Januário. Com o resultado, os cruzmaltinos chegaram a 34 pontos, na 11ª posição do Campeonato Brasileiro. Já os alvinegros, com 30, passam a ligar o sinal de alerta contra o rebaixamento.

O jogo começou em ritmo movimentado. O Vasco abriu vantagem após gols de Bruno Gomes e Ribamar. No entanto, o Botafogo diminuiu com Marcelo Benevenuto ainda na etapa inicial. No segundo tempo, o clássico ciu de rendimento e os cruzmaltinos souberam segurar a vantagem para sair de campo com os três pontos.

(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Na próxima rodada, o Vasco vai até Porto Alegre para enfrentar o Internacional, no domingo. Na segunda-feira, será a vez do Botafogo entrar em campo, contra o CSA, no Nilton Santos.

O jogo
O clássico iniciou movimentado em São Januário, com as duas equipes em busca do ataque. No entanto, o Vasco abriu o placar quando criou a primeira boa jogada da partida. Rossi tocou para Bruno Gomes na entrada da área. O jovem volante arriscou o chute e viu a bola desviar em João Paulo antes de ir no ângulo, sem chance para Diego Cavalieri.

O revés foi sentido pelos alvinegros, que viram os donos da casa crescerem no jogo. Quando o Botafogo conseguiu equilibrar o confronto, o Vasco aproveitou um contra-ataque para ampliar a vantagem, aos 17 minutos. Ribamar foi lançado pela direita, foi para o meio e, de fora da área, acertou belo chute, mais uma vez longe do goleiro botafoguense.

O Botafogo não se abateu após o segundo gol e criou sua primeira boa chance aos 20 minutos. Yuri acertou bom chute e obrigou Fernando Miguel a fazer boa defesa. Só que na cobrança de escanteio, Marcelo Benevenuto subiu sozinho e cabeceou para a rede.

Desta vez, quem sentiu o gol foi o Vasco. Com isso, o Botafogo passou a dominar o clássico e a pressionar em busca do empate. Os alvinegros quase igualaram o marcador aos 29 minutos, quando Cícero aproveitou cruzamento e cabeceou para grande defesa de Fernando Miguel.

Aos poucos, o Vasco equilibrou o jogo e passou a não sofrer com os avanços do Botafogo, que permanecia tendo mais posse de bola. Somente nos minutos finais, os alvinegros assustaram em chute de Luiz Fernando, Mesmo assim, os cruzmaltinos permaneceram a frente no placar até o intervalo.

No segundo tempo, as duas equipes voltaram mais cautelosas. Tanto que a primeira boa chance aconteceu somente aos 16 minutos. Após boa troca de passes, Marcos Júnior cruzou de três dedos para Marrony cabecear no canto. Só que Diego Cavalieri se esticou para fazer grande defesa.

Enquanto o Botafogo tinha mais posse de bola, mas era pouco produtivo, o Vasco melhorava no clássico, principalmente aproveitando os contra-ataques. Aos 26 minutos, Rossi recebeu passe, entrou na área e chutou cruzado para mais uma grande defesa de Diego Cavalieri.

Somente nos minutos finais, os alvinegros esboçaram uma pressão. No entanto, o Vasco soube segurar o ímpeto final dos visitantes para manter a vantagem até o apito final em São Januário.

FICHA TÉCNICA:
VASCO 2 X 1 BOTAFOGO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de outubro de 2019, quarta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
VAR: Braulio da Silva Machado (SC)
Renda: R$ 593.881,00
Público: 16.195 pagantes
Cartões amarelos: Leandro Castán (Vasco)
GOLS
VASCO: Bruno Gomes, aos 7min do primeiro tempo; Ribamar, aos 17min do primeiro tempo
BOTAFOGO: Marcelo Benevenuto, aos 21min do primeiro tempo

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán, Osvaldo Henríquez e Henrique; Richard, Bruno Gomes (Guarín) e Felipe Ferreira (Marcos Júnior); Rossi, Marrony e Ribamar (Gabriel Pec)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel (Kanu) e Yuri (Lucas Barros); Cícero, Gustavo Bochecha e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Leo Valencia), Luiz Fernando e Diego Souza
Técnico: Alberto Valentim

O post Vasco vence Botafogo em clássico e se afasta do Z4 do Brasileiro apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva