Atlético-GO vence clássico contra Vila Nova pela Série B

O Atlético-GO se deu melhor no clássico goiano deste sábado e bateu o Vila Nova, dentro de casa, por 2 a 0, em confronto válido pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Aproveitando o bom retrospecto no Accioly, o Dragão abriu o placar com Gilvan, ainda na primeira etapa, e fechou a contagem com Mike, no segundo tempo.

Com a vitória, o Atlético-GO chegou a sua quinta vitória na competição, além de dois empates e duas derrotas com 17 pontos, entrando provisoriamente para o G4 na terceira colocação. Para se manter no grupo de acesso, a equipe goiana precisa torcer para que o Londrina não vença, ou que o Botafogo-SP perca seu jogo.

(Foto: Divulgação/Atlético-GO)

Já o Vila Nova segue em situação delicada na tabela. A equipe chegou a sua terceira derrota, além de quatro empates e apenas duas vitórias, com dez pontos na 14ª colocação. O time comandado por Eduardo Baptista está a três pontos da zona da degola.

No prosseguimento da Série B, o Atlético-GO enfrenta a Ponte Preta, terça-feira às 21h30 (horário de Brasília) em Campinas, pela 10ª rodada. Já o Vila Nova recebe o América-MG no Serra Dourada, no próximo sábado às 16h30 (horário de Brasília).

O jogo

Buscando mais o gol, os donos da casa abriram o placar aos 35 minutos. Após cobrança de falta pela esquerda, a bola desviou na área e sobrou para Gilvan no segundo pau. O zagueiro acertou testada firme e abriu a contagem no clássico goiano.

Na segunda etapa, o Dragão seguiu sendo mais efetivo e chegando mais perto de ampliar. Aos 11, o camisa 10 Jorginho enfiou boa bola para Pedro Raul, que bateu marcado. A bola ainda sobrou para Matheuzinho, que sofreu o corte antes de finalizar.

Dois minutos depois, porém, os mandantes chegaram aos segundo gol. Jorginho recuperou bola na direita, dominou e ficou livre pela ponta. O meia teve tempo para conduzir a bola, olhar para área e cruzar rasteiro com precisão para Milke, que precisou dar um toque, já dentro da pequena área, para ampliar o placar.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 2X0 VILA NOVA

Local: Antonio Accioly em Goiânia (GO)
Data: 13 de julho de 2019, sábado
Horário: 16h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Cartões Amarelos: Jeferson, Wesley Matos, Joseph e Hélder (Vila Nova); Jorginho e Gilvan (Atlético-GO)
Cartões Vermelhos:
Gols: Gilvan, aos 35 minutos do 1º tempo e Mike, aos 13 minutos do 2º tempo (Atlético-GO)

ATLÉTICO-GO: Mauricio Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Gilvan (Oliveira) e Nicolas; André Castro, Moacir, Jorginho (Jarro Pedroso);  Matheuzinho, Mike e Pedro Raul (André Luís)
Técnico: Wagner Lopes

VILA NOVA: Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Hélder; Joseph (Elias), Ramon, Neto Moura (Gustavo Silva) e Alan Mineiro; Bruno Mota e Mateus Anderson (Erick)
Técnico: Eduardo Baptista

O post Atlético-GO vence clássico contra Vila Nova pela Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético-GO e Vila Nova fazem clássico goiano na Série B

Após a parada para a Copa América, a Série B volta com clássico goiano neste sábado. O Atlético-GO recebe o Vila Nova no estádio Antônio Accioly, às 16h30 (de Brasília), pela nona rodada. Em caso de vitória, os donos da casa podem assumir uma posição no G4.

Para conseguir um lugar entre os quatro primeiros do campeonato, o técnico Wagner Lopes deve promover algumas alterações no time titular. A expectativa é de um time mais organizado, com boa atitude dentro de campo.

Wagber Lopes quer um Atlético-GO com atitude no clássico (Foto: Paulo Marcos/Atlético-GO)

“Espero bastante atitude. É saber rodar a bola e fazer a circulação correta. Ter leitura de jogo melhor, brigar em todos os momentos do jogo, você ser organizado, principalmente na compactação quando está sem a bola. Espero que tudo o que foi treinado seja colocado em pratica e tenho certeza que nosso time está muito motivado”, enfatizou o treinador.

O zagueiro Lucas Rocha volta ao time titular na vaga de Oliveira. Jorginho se recuperou de lesão e deve ocupar a vaga de Jarro Pedroso. O centroavante Pedro Raul também retorna ao time. André Castro deve fazer sua estreia, substituindo Pedro Bambu.

A equipe do Vila Nova se encontra em outra realidade na Série B. Na 14ª posição, com 10 pontos, a apenas três da zona de rebaixamento, Eduardo Baptista quer a vitória para se afastar da parte de baixo da tabela.

Eduardo Baptista não confirmou a escalação do Vila Nova (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)

Tendo isso em vista, o comandante fez mistério e não confirmou a escalação do time para o clássico. O meia Richard, que vinha sendo titular, foi negociado com um time português. Para sua vaga, o treinador revelou que pode variar o esquema tático.

“Passamos a intertemporada inteira abrindo os treinamentos. Todos tiveram acesso. Perdemos no início da semana o Richard. Com o substituto dele, posso variar a equipe de três maneiras diferentes. Por que eu vou dar arma para o adversário? Se a gente pode segurar um pouco e deixar a dúvida na cabeça deles, acho importante”, revelou.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO X VILA NOVA

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data: 13 de julho de 2019, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Atlético-GO: Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Gilvan e Nicolas; André Castro, Moacir e Jorginho; Matheus, Pedro Raul e Mike.
Técnico: Wagner Lopes

Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Gastón Filgueira; Joseph, Ramon, Mateus Anderson, Alan Mineiro e Elias; Erick.
Técnico: Eduardo Baptista

O post Atlético-GO e Vila Nova fazem clássico goiano na Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Técnico do Equador explica decisão de não convocar Sornoza e Cazares

Hernán Dario Gómez é o treinador do Equador (Foto: Marcos Pin / AFP)

Buscando seu primeiro título de Copa América, a seleção equatoriana chegou ao Brasil com um elenco repleto de jogadores que atuam no próprio continente. No futebol brasileiro, porém, apenas o zagueiro Robert Arboleda, do São Paulo, foi lembrado pelo treinador Hernán Dario Gómez.

Um dos atletas com mais assistências na temporada do Brasil, o corintiano Sornoza não foi convocado para a disputa do torneio continental, assim como Cazares, do Atlético-MG. Quando questionado sobre a opção de não chamá-los para a competição, o técnico equatoriano ficou sem jeito, elogiou a dupla e não descartou a presença de ambos em uma nova convocação.

“São jogadores muito bons. É uma pena que só podemos trazer 23 atletas. Eles jogam muito bem, assisto eles jogando muito bem. Algum dia serão convocados”, disse o comandante.

A melhor campanha do Equador na Copa América aconteceu na edição de 1993, quando, jogando em casa, chegou nas semifinais, fase em que foi derrotado pelo México. Em 2019, os equatorianos querem superar o desempenho de 26 anos atrás e chegar à inédita final.

“Nós sonhamos. Estamos trabalhando muito. Temos alguns jogadores que nunca jogaram a Copa América, mas estamos construindo um grupo para chegar o mais longe possível. Nós projetamo chegar o mais longe possível”, concluiu o treinador.

 

O post Técnico do Equador explica decisão de não convocar Sornoza e Cazares apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético-GO vence Cuiabá e segue colado no G4 da Série B

Na briga pelo acesso à elite do futebol brasileiro, o Atlético-GO visitou o Cuiabá, na Arena Pantanal, pela 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e venceu por 1 a 0. A partida desta terça-feira foi a última antes da pausa para a Copa América.

Com o segundo triunfo consecutivo, o Dragão sobe para a sexta colocação, atinge os 14 pontos e fica a apenas um da quarta colocada Ponte Preta, enquanto o Dourado atinge a quarta derrota seguida e o sexto jogo sem vitória, e segue beirando o rebaixamento, na 15ª posição, com apenas 8 pontos.

Cuiabá vence fora de casa (Foto: AssCom Dourado)

Apesar de dominar grande parte da primeira etapa, o Dragão não conseguiu levar perigo ao gol adversário. Já o time de Cuiabá, mesmo com menos chutes, quase abriu o placar em três oportunidades, porém parou nas grandes defesas do goleiro Kozlinski. Com isso, o jogo foi para o intervalo zerado.

A etapa final começou muito equilibrada, até que Jarro Pedroso balançou as redes aos 15 minutos e deixou os comandados de Wagner Lopes em vantagem. O Cuiabá tentou reagir, mas demonstrou muito nervosismo, teve o  volante Jean Patrick expulso, e terminou com um resultado adverso no final.

O jogo

O primeiro grande lance da partida aconteceu apenas aos 21 minutos da etapa inicial pelo Atlético-GO. O atacante Jarro Pedroso fez grande jogada dentro da área, driblou a marcação e chutou firme. O goleiro Victor Souza fez bela defesa e salvou a meta do Dourado.

Menos de dois minutos depois, aos 23, o Dragão chegou mais um vez. O camisa 10 Matheuzinho mandou uma bomba da intermediária e Victor fez mais uma boa defesa.

O time da casa teve a primeira oportunidade aos 28 minutos. Após receber bola na entrada da área, o volante Alê finalizou no canto e exigiu grande interceptação do goleiro Kozlinski.

A equipe de Itamar Schulle chegou mais um vez aos 35 minutos do primeiro tempo. Hugo Cabral fez grande jogada, chapelou o adversário e partiu em direção à meta adversária, porém chutou fraco e Kozlinski salvou sem dificuldades.

Menos de quatro minutos depois, aos 39, o Cuiabá teve a melhor chance da partida. O volante Alê ajeitou para Jean Patrick, que chutou forte de primeira da entrada da área, mas o goleiro do Dragão fez uma brilhante defesa. A bola ainda bateu no travessão antes de sair.

Logo na primeira boa jogada do segundo tempo, aos 15 minutos, o Atlético-GO balançou as redes. Pedro Raul e Matheuzinho fizeram boa jogada e o meia cruzou na medida para a área. Livre, o atacante Jarro Pedroso cabeçou firme e marcou para o time visitante.

Os comandados de Wagner Lopes quase ampliaram, aos 22 minutos. O volante Moacir chutou de longe, mas o goleiro Victor Souza fez uma defesa no meio do gol.

A equipe da casa quase igualou o placar aos 27 minutos. Dentro da área, o atacante Felipe Marques chutou, o goleiro Kozlinski defendeu com os pés e, no rebote, Caio Dantas mandou para fora.

Já aos 38 minutos do segundo tempo, o Cuiabá quase empatou. Após cruzamento, o meia João Henrique cabeceou, porém a bola saiu pela linha de fundo.

O Dragão teve a chance de ampliar aos 46 minutos. O atacante Pedro Raul recebeu grande passe de André Luis, mas finalizou em cima do goleiro adversário. No rebote, Jarro Pedroso atingiu o zagueiro do Cuiabá e perdeu a chance de matar a partida.

Nos acréscimos, aos 47, os mandantes tiveram a última chance do jogo. Depois de cobrança de escanteio de João Henrique, o zagueiro Ednei testou sozinho, a bola passou perto da trave, mas acabou fora.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 0 X 1 ATLÉTICO-GO

Local: Arena Pantanal, Cuiabá (MS)
Data: Terça-feira, 11 de junho
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Rafael Trombeta (PR)
Cartão amarelo: Jonathan, Mike, Oliveira (Atlético-GO) Jean Patrick (Cuiabá)
Cartão vermelho: Jean Patrick (Cuiabá)

GOLS:
ATLÉTICO-GO: Jarro Pedroso, aos 15 minutos do segundo tempo;

CUIABÁ: Victor Souza; Toty (Rincon), Ednei, Alef e Danilo; Djavan (João Henrique), Alê, Jean Patrick e Escudero (Caio Dantas); Felipe Marques e Hugo Cabral.
Técnico: Itamar Schulle

ATLÉTICO-GO: Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir e Matheuzinho (Kauê); Jarro Pedroso, Mike (André Luis) e Gilsinho (Pedro Raul).
Técnico: Wagner Lopes

O post Atlético-GO vence Cuiabá e segue colado no G4 da Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético-GO visita Cuiabá em busca de vaga no G4 da Série B

Na briga pelo acesso à elite do futebol brasileiro, o Atlético-GO visita o Cuiabá, nesta terça-feira, às 20h30 (horário de Brasília), pela 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, a última antes da pausa para a Copa América. Perto do grupo do G4, a equipe goiana enfrenta o time do Mato Grosso que tenta sua segunda vitória na Arena Pantanal.

Sexto colocado na tabela com 11 pontos, o Dragão está apenas um ponto atrás do quarto Sport. Para entrar no G4, o Atlético-GO precisa buscar seu quarto triunfo no torneio e torcer para tropeço de Ponte Preta, que enfrenta o Londrina nesta segunda-feira, e do Rubro-Negro pernambucano, que encara o CRB na terça-feira.

(Foto: Divulgação/Atlético-GO)

Já o Cuiabá se encontra na 12ª posição da tabela, com oito pontos conquistados. A equipe está quatro pontos distante do G4, mas apenas dois da zona de rebaixamento. Jogando em casa, a equipe do centro-oeste soma uma vitória, um empate e uma derrota.

A baixa do Dragão para o confronto será o atacante Hector Bustamante, fora por questões médicas, se recuperando de torção no tornozelo.

“Não pode distanciar do grupo da ponta. A gente trabalhou forte nesta semana para a gente chegar lá e fazer um bom jogo, porque depois vai ter um bom tempo para trabalhar, acertar os erros que a equipe vem cometendo, mas é importantíssimo a gente chegar lá e conquistar um bom resultado”, ressaltou o lateral-direito da equipe goiana Jonathan.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ X ATLÉTICO-GO

Local: Arena Pantanal, Cuiabá
Data: Terça-feira, 11 de junho
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Rafael Trombeta (PR)

CUIABÁ: Victor Souza; Toty, Ednei, Alef e Danilo; Escobar, Alê, Jean Patrick e Escudero; Felipe Marques e Caio Dantas
Técnico: Itamar Schulle

ATLÉTICO-GO: Kozlinski; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir e Matheus; Jarro Pedroso, Mike e Gilsinho.
Técnico: Wagner Lopes

O post Atlético-GO visita Cuiabá em busca de vaga no G4 da Série B apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético-GO estreia na Série B com vitória fora contra o São Bento

O Atlético-GO estreou na Série B do Campeonato Brasileiro de maneira bem-sucedida na noite desta sexta-feira. No Estádio Walter Ribeiro, o time visitante viu o São Bento desperdiçar um pênalti e ganhou por 3 a 1, marcando seus primeiros três pontos no torneio.

Pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO volta a campo para enfrentar o Coritiba às 21h30 (de Brasília) de sexta-feira, no Estádio Antônio Accioly. Já o São Bento duela com o Figueirense às 11 horas de sábado, no Orlando Scarpelli.

O São Bento desperdiçou a oportunidade de sair na frente aos 21 minutos do primeiro tempo. Em uma bola recuada, Kozlinski tocou com a cabeça na bola e perdeu o controle. Zé Roberto recuperou a bola, acabou derrubado e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Régis para defesa do goleiro.

Coincidentemente, o Atlético-GO conseguiu inaugurar o marcador justamente em uma cobrança de pênalti. Aos 40 minutos do primeiro tempo, Matheuzinho partiu na direção do gol e foi derrubado por Pablo. Mike foi eficiente na cobrança e colocou o time visitante em vantagem.

O Atlético-GO voltou atento do intervalo e marcou o segundo gol logo aos 8 minutos da etapa complementar. Após cobrança e falta pelo lado esquerdo, Lucas Rocha aproveitou falha da marcação e, sem ser incomodado, completou de primeira para ampliar a vantagem.

O São Bento reagiu rapidamente e chegou a esboçar uma reação aos 12 minutos do segundo tempo. Cafu recebeu na entrada da área pela direita e descolou com passe para Zé Roberto. O centroavante dominou e finalizou com força para vencer o goleiro Kozlinski.

A equipe visitante praticamente assegurou o triunfo aos 30 minutos do segundo tempo. Na tentativa de recuar de cabeça, Luizão acabou furando. Colocado no lugar de Gilsinho, Jarro Pedroso aproveitou o vacilo do adversário e finalizou com precisão na saída de Henal.

FICHA TÉCNICA
SÃO BENTO 1 x 3 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)
Data: 26 de abril (sexta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Matheus Olivério Rocha (RS)
Público: 1.591 pagantes
Renda: R$ 16.260,00
Cartôes amarelos: Luizão, Fabio Bahia, Pablo, Raphael Martinho (SBE); Moacir, Gilsinho e Nicolas (ACG)
Gols:
SÃO BENTO: Zé Roberto, aos 12 minutos do 2º Tempo
ATLÉTICO-GO: Mike, aos 40 minutos do 1º Tempo, e Lucas Rocha, aos 8 minutos do 2º Tempo

SÃO BENTO: Henal; Bruno Moura (Cafu), Elton, Luizão e Mansur; Fábio Bahia, Pablo (Alecsandro), Paulinho e Régis; Raphael Martinho (Paulo Henrique) e Zé Roberto
Técnico: Doriva

ATLÉTICO-GO: Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Gilvan e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir e Matheuzinho; André Luís (Pedro Raul), Mike (Bustamante) e Gilsinho (Jarro Pedroso)
Técnico: Wagner Lopes

O post Atlético-GO estreia na Série B com vitória fora contra o São Bento apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Com Régis titular, São Bento estreia na Série B diante do Atlético-GO

Régis deve ganhar uma chance entre os titulares do São Bento (Foto: Morgana Oliveira/CSA)

Após ser rebaixado no Campeonato Paulista, o São Bento busca apagar a má impressão deixada nesta sexta-feira, quando estreia no Brasileiro da Série B diante do campeão estadual Atlético-GO, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, às 21h30 (de Brasília).

Para a partida, o Azulão terá o reforço de um velho conhecido. Contratado em fevereiro após ser dispensado pelo CSA, Régis está passando por um processo de desintoxicação em uma casa de reabilitação para dependentes químicos, mas tem a liberação do departamento médico do clube e deve fazer parte do time titular. A tendência é de que o jogador atue na segunda linha de meio-campo.

“O Régis é um jogador extraordinário, tem conseguido vencer o problema e estamos torcendo demais por ele. O problema não é dentro de campo, estamos fazendo um bom trabalho ele é um jogador imprescindível para o nosso elenco. Está à disposição, treinando e pretendo utilizar”, disse Doriva, treinador do time sorocabano.

Desde a queda no Paulistão, o São Bento acertou nove saídas em seu elenco. Diego Ivo, Mazola, Henan, Eder Luis, Alex Maranhão, João Paulo, Ewerton Páscoa, Mazola e Everton Silva deixaram o clube. Por outro lado, chegaram Minho, Zé Roberto, Bruno Moura, Raphael Martinho, Feijão, Elton, Fernandes e Paulo Vitor. Dos oito reforços, dois devem ser escalados entre os titulares.

O Atlético-GO foi campeão estadual (Foto: Solimar Oliveira/ACG)

Sem grandes mudanças em seu grupo depois de conquistar o Campeonato Goiano, o Atlético-GO busca mais uma vez o acesso, mas não terá o principal nome da equipe: o meio-campista Jorginho (contundido). O volante Washington também está fora. O atacante Pedro Raul, por sua vez, foi barrado e deve começar no banco de reservas.

“É estratégia de jogo, é guardar o jogador para readquirir confiança e melhorar. Acredito que ele (Pedro Raul) pode jogar e render muito mais do que vem jogando. É um cara que se cobra muito, a gente vem conversando. Mas ele tem nossa confiança, é a mesma coisa de quando o André Luís e o Gilsinho também ficam como opção. É o mesmo pensamento. A gente confia, mas vamos direcionar para um momento melhor dele”, explicou Wagner Lopes.

FICHA TÉCNICA
SÃO BENTO X ATLÉTICO-GO

Local: Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)
Data: 26 de abril (sexta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Matheus Olivério Rocha (RS)

SÃO BENTO: Henal; Bruno Moura, Elton, Luizão e Mansur; Fábio Bahia, Doriva, Paulo e Régis; Paulo Henrique e Zé Roberto. Técnico: Doriva

ATLÉTICO-GO: Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Gilvan e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir e Matheus; André Luís, Mike e Gilsinho. Técnico: Wagner Lopes

 

 

 

 

O post Com Régis titular, São Bento estreia na Série B diante do Atlético-GO apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva