Betão garante que jogadores do Avaí se cobram por primeira vitória: “É constrangedor para nós”

O Avaí segue sem vencer no Campeonato Brasileiro. O time catarinense ficou no empate em 0 a 0 com o Goiás neste domingo, em uma partida sem grandes emoções. O zagueiro e capitão do Leão da Ilha, Betão, falou ao fim do jogo sobre a fase negativa da equipe.

O defensor fez questão de destacar que o time tem consciência de que é necessário vencer o quanto antes no Brasileirão, afastando qualquer possibilidade de conformismo. Além disso, Betão garantiu que o time tem se cobrado no vestiário.

“Faltam até palavras. É constrangedor para nós. A gente está vendo o protesto da torcida, acho que é natural, porque a vitória não vem. Nós estamos inconformados. A impressão que passa é que nós não estamos nem aí, que está todo mundo preocupado e a gente não. Mas não, a gente está querendo, está buscando”, afirmou o zagueiro.

“A gente erra também, mas vamos buscar a todo momento nossa primeira vitória. A gente tem se cobrado no vestiário, acho que não precisamos falar publicamente o que a gente faz lá dentro, mas vamos buscar de qualquer jeito nossa primeira vitória”, completou.

Com apenas cinco pontos somados em 11 partidas, o Avaí amarga a última colocação do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, a equipe visita o Santos, na Vila Belmiro, no domingo que vem, às 16h.

O post Betão garante que jogadores do Avaí se cobram por primeira vitória: “É constrangedor para nós” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Elias lamenta empate do Atlético-MG: “Não pode vacilar desse jeito”

O Atlético-MG abriu 2 a 0 sobre o Fortaleza, mas desperdiçou duas cobranças de pênalti e cedeu o empate por 2 a 2 na tarde deste domingo, no Independência, em duelo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o volante Elias lamentou o resultado e disse que o Galo não pode vacilar se quiser brigar pelo título.

“A gente sabe que 2 a 0 é sempre um resultado perigoso, apesar de estar ganhando. Um gol e a equipe cresce, joga toda a pressão para o nosso lado. Nós fomos avisados no intervalo que era para matar o jogo, já era para ter matado no primeiro tempo, tivemos inúmeras chances”, disse o jogador ao canal Premiere.

Elias lamentou o empate do Atlético-MG diante do Fortaleza (Foto: Bruno Cantini/CAM)

O Atlético-MG precisou de apenas 13 minutos para fazer 2 a 0, com gols de Juninho (contra) e Cazares, de pênalti. Na etapa complementar, contudo, o time da casa desperdiçou diversas chances antes de Carlinhos e Juninho empatarem para o Fortaleza.

Antes do apito final, o Galo ainda teve um pênalti a seu favor. Alerrandro, porém, parou em Felipe Alves. Após a árbitra Edina Alves Batista mandar a cobrança voltar por suposto adiantamento do goleiro, Luan mudou o canto, mas o arqueiro do Fortaleza fez nova defesa.

“No segundo tempo, voltamos bem, tivemos chances, mas não fizemos. Aí, a equipe começa a sofrer um pouco atrás e toma os gols. São coisas que a gente tem que aprender, um time que quer ser campeão não pode vacilar desse jeito, ainda mais dentro de casa”, completou Elias.

Com o resultado, o Atlético-MG permanece no quarto lugar do Brasileirão, com 20 pontos, seis a menos que os líderes Palmeiras e Santos. O próximo compromisso é o duelo com o Goiás, às 19 horas (de Brasília) do domingo que vem, no Serra Dourada.

O post Elias lamenta empate do Atlético-MG: “Não pode vacilar desse jeito” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético-MG perde dois pênaltis e cede empate ao Fortaleza em BH

Após abrir 2 a 0, Atlético-MG cede empate ao Fortaleza em BH (Foto: Bruno Cantini/CAM)

Em jogo movimentado, o Atlético-MG empatou por 2 a 2 com o Fortaleza na tarde deste domingo, no Independência, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro chegou a abrir 2 a 0, mas sofreu dois gols em um intervalo de sete minutos e cedeu a igualdade à equipe de Rogério Ceni. O Galo ainda perdeu dois pênaltis: um com Alerrando, que a árbitra mandou voltar, e outro com Luan.

Com o resultado, o Atlético-MG desperdiça a chance de ultrapassar o Flamengo e permanece no quarto lugar do Brasileirão, com 20 pontos, seis a menos que os líderes Palmeiras e Santos. O Fortaleza, por sua vez, cai para a 14ª colocação, com 14 pontos.

Às 19 horas (de Brasília) do próximo domingo, o Atlético-MG enfrenta o Goiás, no Serra Dourada, e o Fortaleza recebe o Corinthians, na Arena Castelão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Homenagem
Antes de a bola rolar, a emoção tomou conta do Independência. O ex-volante Adilson, aposentado recentemente por causa de um problema cardíaco, foi homenageado no campo. Vestido com o uniforme do Galo, o agora auxiliar técnico foi abraçado pelos jogadores e saudado pela torcida.

Adilson se despede da torcida antes do jogo do Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini/CAM)

O Jogo – Em um lance digno de pena, o Atlético-MG abriu o placar logo no começo do primeiro tempo. Aos seis minutos, na tentativa de recuar para Felipe Alves, o volante Juninho exagerou na força do lançamento e encobriu o adiantado goleiro, marcando contra a própria meta.

Pouco depois, Elias foi derrubado por Roger Carvalho dentro da área. Após consultar o VAR, a árbitra Edina Alves Batista marcou o pênalti. Na cobrança, aos 13 minutos, Cazares deslocou Felipe Alves e ampliou para o Galo.

Nos instantes derradeiros da primeira etapa, o jogo ficou aberto e ambos os times tiveram chances. Aos 45, André Luís arriscou de longe e acertou o travessão de Cleiton. No rebote, livre de marcação, Carlinhos isolou por cima. No último lance, o time da casa respondeu à altura: Cazares cruzou na medida para Vinícius finalizar no poste do Fortaleza.

Mesmo com a boa vantagem, o Atlético-MG continuou em cima na etapa complementar. Logo aos dois minutos, o time fez uma ‘blitz’ na área do Fortaleza, que só não levou o terceiro gol porque Felipe Alves fez grandes defesas em sequência num único lance, espalmando chutes de Hernández, Alerrandro e Cazares.

Aos 11, Geuvânio recebeu grande lançamento de Elias, saiu na cara de Felipe Alves, driblou o goleiro e mandou para fora. O Galo foi castigado após desperdiçar tantas chances. Aos 19, Tinga cruzou na medida para Carlinhos subir livre e testar sem chances para Cleiton, descontando para o Fortaleza.

A reviravolta teve sequência pouco depois, quando André Luís foi derrubado por Igor Rabello dentro da área: pênalti. Na cobrança, Juninho se redimiu do gol contra e deixou tudo igual no Horto. Aos 30 minutos, Edina Alves Batista assinalou o terceiro pênalti do jogo, desta vez de Roger Carvalho em Alerrandro. O próprio atacante foi para a batida e chutou no canto esquerdo de Felipe Alves, que fez a defesa.

A árbitra, contudo, mandou a cobrança voltar alegando que o goleiro se adiantou. O Atlético-MG trocou de cobrador, mas não se aproveitou da situação. Luan mudou o canto, mas bateu mal e viu Felipe Alves segurar a bola. Nos acréscimos, o atacante ainda perderia grande chance de desempatar, mas isolou por cima batida de dentro da pequena área.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 2 FORTALEZA

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de Julho de 2018, Domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitra: Edina Alves Batista (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Ines Back (SP)
VAR: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Público: 16.043 torcedores
Renda: R$ 292.563,00
Cartão Amarelo: Lucas Hernández (Atlético-MG); Wellington Paulista, André Luís, Quintero e Felipe Alves (Fortaleza)
Cartão Vermelho: –
Gols:
ATLÉTICO-MG:
Juninho (contra), aos seis, e Cazares, aos 13 minutos do 1º tempo
FORTALEZA: Carlinhos, aos 19, e Juninho, aos 26 minutos do 2º tempo

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Guga, Rever, Igor Rabello e Lucas Hernández; Jair (Ramón Martínez), Elias, Cazares (Chará) e Vinícius; Alerrandro e Geuvânio (Luan)
Técnico: Rodrigo Santana

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Juninho, Araruna e Romarinho (Marlon); André Luís (Gabriel Dias), Kieza e Wellington Paulista
Técnico: Rogério Ceni.

O post Atlético-MG perde dois pênaltis e cede empate ao Fortaleza em BH apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético recebe Fortaleza para melhorar condição na tabela

Foto: Bruno Cantini / Atletico

O Atlético junta os cacos após a eliminação na Copa do Brasil, o grande rival Cruzeiro avançou na competição. O Galo, porém, está animado afinal deixou o gramado do Independência aplaudido. Agora o objetivo é melhorar a situação na tabela do Campeonato Brasileiro e para isso é necessário bater o Fortaleza, neste domingo, às 16h (de Brasília).

O Atlético está na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos na tabela do Brasileirão. Se vencer, e o Flamengo, por exemplo, não triunfar, o Galo fica mais próximo do Palmeiras que distanciou.

Para o jogo contra o Fortaleza, o Atlético terá alterações em relação ao time que venceu o Cruzeiro no meio de semana. Zé Welison, por exemplo, deve retornar ao meio campo e Geuvânio luta por uma posição no meio com Luan. Certo que Otero não vai para o confronto para não “estourar”.

A partida também será o duelo de dois técnicos jovens. Interessante que após demitir Levir Culpi, Rogério Ceni, atual treinador do Fortaleza, era o nome preferido para assumir o comando alvinegro. Como não veio, Rodrigo Santana recebeu a oportunidade.

“O Rogério é um cara que admiro demais. É um mito, ninguém fez e nem vai fazer o que ele fez como goleiro. Tem uma história muito grande. Admiro também como treinador, fazendo o trabalho que ele está fazendo no Fortaleza”, destacou o treinador Rodrigo Santana.

Ceni, inclusive, fechou seu último treinamento antes do jogo contra o Atlético. Osvaldo não trabalhou com o restante da equipe e é dúvida para o confronto. O time está na 13ª colocação, com 13 pontos conquistados.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO X FORTALEZA

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de Julho de 2018, Domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Edina Alves Batista (SP)
Auxiliar: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Ines Back (SP)
VAR: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)

ATLÉTICOMG: Victor; Patric, Rever, Igor Rabello e Fábio Santos; José Welison, Elias e Cazares, Geuvânio, Chará e Alerrandro
Técnico: Rodrigo Santana

Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Juninho, Araruna e Marlon; Romarinho, Wellington Paulista e André Luís.
Técnico: Rogério Ceni.

O post Atlético recebe Fortaleza para melhorar condição na tabela apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Atlético-MG deve encarar o Fortaleza com força total

Rodrigo Santana em entrevista coletiva (Foto: Bruno Cantini / Atlético)

O Atlético-MG encerrou neste sábado na Cidade do Galo a preparação para o compromisso contra o Fortaleza, neste domingo, às 16h, no Independência. Buscando espantar a ressaca da eliminação, o Galo deve entrar em campo com a mesma equipe que conquistou o triunfo com gosto amargo contra o Cruzeiro, segundo informações da Rádio Itatiaia.

Rodrigo Santana só não terá à sua disposição os meio-campistas Otero e Jair. Buscando estender a sequência de duas vitórias, o Atlético deve entrar em campo com Victor; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair (Zé Welison), Elias, Luan (Geuvânio), Cazares e Chará; Alerrandro.

Um resultado positivo do elenco de Rodrigo Santana e um tropeço do Flamengo fará com que o Galo assuma a terceira posição na tabela do Brasileirão.

O post Atlético-MG deve encarar o Fortaleza com força total apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva