Rueda lamenta perda do primeiro lugar e afirma: “Que sirva de lição”

Rueda lamentou revés (Foto: Carl de Souza/AFP)

Na noite desta segunda-feira, o Chile sofreu um revés para o Uruguai por 1 a 0, no Estádio do Maracanã, pela terceira e última rodada da fase de grupos da Copa América, e perdeu a liderança do Grupo C. O treinador da seleção chilena, Reinaldo Rueda lamentou a derrota, mas já pensa no próximo adversário.

“Nós queríamos vencer para terminar o grupo na liderança. Nós merecíamos isso e queríamos a vitória para ter mais um dia de descanso. Agora temos que recuperar a equipe para o jogo intenso que vamos ter com a Colômbia”, disse.

Vice-líder do grupo, o atual bicampeão da competição continental terá pela frente a Colômbia, única seleção 100% na Copa América. O jogo será nesta sexta-feira, às 20h (de Brasília), na Arena Corinthians.

Ainda sobre o revés, Rueda elogiou o desempenho dos chilenos, enfatizou o controle de jogo da equipe, porém destacou os erros decisivos.

“Foi um jogo bem controlado pelo Chile, não terminamos algumas situações, mas foi um grande jogo. Falhamos no gol do Uruguai e esperamos que isso sirva de lição”, encerrou Rueda.

O post Rueda lamenta perda do primeiro lugar e afirma: “Que sirva de lição” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Técnico do Equador descarta pedir demissão e mira Eliminatórias

O técnico da seleção equatoriana, o colombiano Hernán Darío Gómez, elogiou a entrega de seus jogadores no empate por 1 a 1 com o Japão, resultado que eliminou ambos os times da Copa América, na noite desta segunda-feira, no Mineirão.

“Não acho que o Japão tenha sido superior a nós, vi emoções de ambos os lados. Os rapazes correram, se entregaram e não há nada para culpá-los”, disse o comandante, contratado em agosto de 2018 para iniciar o processo de reformulação no Equador.

“Não tenho o costume de revelar as dificuldades. A equipe mostrou algumas coisas. O Equador está buscando uma equipe, uma reestruturação. Infelizmente, não podemos jogar a quarta partida. Nesses dois jogos (Chile e Japão) não decepcionou”, avaliou.

Com as derrotas para Uruguai (4×0) e Chile (2×1), somadas ao empate com o Japão (1×1), o Equador encerrou sua participação na Copa América no último lugar do Grupo C, com um ponto ganho. Questionado sobre seu futuro na seleção, Gómez descartou pedir demissão e projetou as Eliminatórias para o Mundial do Catar, em 2022.

“Se me mandarem embora, eu tenho que ir. Não passa pela minha cabeça (pedir demissão). Há um ano havia seleção? Não havia, depois das Eliminatórias também não havia seleção. Nenhum dos dirigentes me contratou e me disse que dependia do que seria feito na Copa América. Se fosse assim, não aceitaria. Eu não sou desses que entregam o cargo”, avisou.

“Estou grato com os meninos, porque são trabalhadores, se entregaram. Se as coisas não funcionaram aqui, elas vão funcionar nas Eliminatórias, seja comigo ou com outro (técnico)”, concluiu Hernán Darío Gómez.

O post Técnico do Equador descarta pedir demissão e mira Eliminatórias apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Autor do gol da vitória, Cavani celebra primeiro lugar no grupo

Cavani fez o gol da vitória (Foto: Mauro Pimentel/AFP)

Na noite desta segunda-feira, o Uruguai conquistou um importante resultado ao derrotar o Chile por 1 a 0, pela terceira e última rodada da fase de grupos da Copa América. Assim, a Celeste cravou a liderança do Grupo C, com sete pontos, e avançou às quartas da competição.

O gol do triunfo da seleção uruguaia foi marcado aos 37 minutos da etapa final, com Edinson Cavani. Após o jogo, o atacante comemorou a vitória. “Nós precisávamos vencer. Nós queríamos passar em primeiro no grupo, sem saber o que vinha depois, e deixar uma boa imagem e continuar com essa atitude que vínhamos mantendo até agora”, disse o uruguaio, em entrevista ao Sportv.

O jogador do Paris Saint-Germain também avaliou o desempenho da equipe. “Foi uma partida muito difícil, o Chile é muito dinâmico e eu acredito, que jogando bem ou não, mas sempre com a mesma atitude levamos em frente essa partida”, comentou.

Este foi o segundo gol de Cavani na Copa América deste ano. “Para mim, todos os gols significam o mesmo. Fazer um gol com esta camisa é o mais lindo que pode acontecer com qualquer jogador, de modo que todos os gols são iguais para mim. Gols são importantes porque nos dão a vitória e nos ajudou a passar em primeiro. As partidas passam, outras vêm”, enfatizou o atacante.

O adversário do Uruguai na próxima fase será o Peru, neste sábado, às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador. “Precisa trabalhar sempre para chegar no próximo jogo da melhor maneira”, concluiu Cavani.

O post Autor do gol da vitória, Cavani celebra primeiro lugar no grupo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Equador x Japão tem pior público da Copa América: veja os números

O duelo entre Equador e Japão, disputado nesta segunda-feira, no Mineirão, registrou o pior público da primeira fase da Copa América. Foram apenas 2.106 pessoas que pagaram para assistir ao empate por 1 a 1, resultado que definiu o Paraguai como rival do Brasil nas quartas de final do torneio.

O público total divulgado pela organização foi de 9.729 torcedores. Portanto, 7.623 pessoas tiveram acessos ao estádio, incluindo pessoas que trabalharam na partida e os ingressos distribuídos pelo Comitê Organizador Local (COL). A renda foi de R$ 301.525,00.

A segunda pior marca também pertence ao Mineirão. No último sábado, apenas 4.640 torcedores pagaram para ver a Venezuela derrotar a Bolívia por 3 a 1. Na ocasião, o público não pagante foi de 7.106 pessoas, para uma renda de R$ 631.605,00. O público total foi de 11.746 espectadores, portanto.

Líder do Grupo A com sete pontos, a Seleção Brasileira enfrenta o Paraguai por uma vaga nas semifinais na próxima quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena Grêmio. Veja aqui todos os confrontos das quartas de final da Copa América 2019.

O post Equador x Japão tem pior público da Copa América: veja os números apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Com Brasil x Paraguai, quartas de final da Copa América estão definidas

Com o encerramento da fase de grupos na noite desta segunda-feira, os duelos da fase quartas de final da Copa América estão definidos. Com destaque para o Brasil, que enfrentará o Paraguai nesta quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Os comandados de Tite lideraram o Grupo A com sete pontos ganhos. Os paraguaios, por sua vez, se classificaram como terceiro colocado. A equipe do técnico Eduardo Berizzo somou apenas dois pontos no Grupo B.

A Argentina de Lionel Messi terá pela frente a Venezuela, uma das surpresas da atual edição da Copa América. O confronto será no Maracanã, às 16h00 (de Brasília) de sexta-feira. Quem avançar, pega Brasil ou Paraguai.

Vice-líder do Grupo C, o atual bicampeão Chile encarará a Colômbia, única a terminar a primeira fase da competição com 100%. A partida será também nesta sexta-feira, às 20h00 (horário de Brasília), na Arena Corinthians.

Fechando as quartas de final, o Uruguai de Cavani, Suárez e Godín vai pegar o Peru, às 16h00 (de Brasília) deste sábado, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Confira os jogos e os horários das quartas de final da Copa América:

Quinta-feira
21h30 Brasil x Paraguai – Arena do Grêmio

Sexta-feira
16h00 Venezuela x Argentina – Maracanã
20h00 Colômbia x Chile – Arena Corinthians

Sábado
16h00 Uruguai x Peru – Fonte Nova

O post Com Brasil x Paraguai, quartas de final da Copa América estão definidas apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Empate entre Equador e Japão põe Paraguai nas quartas contra o Brasil

O adversário da Seleção Brasileira nas quartas de final da Copa América foi definido na noite desta segunda-feira. Trata-se do Paraguai, que se classificou graças ao empate por 1 a 1 entre Equador e Japão, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Com o resultado, equatorianos e japoneses acabam eliminados no quarto e terceiro lugares do Grupo C, com um e dois pontos, respectivamente. O Paraguai, do Grupo B, avança como segundo melhor terceiro colocado, com dois pontos, ficando à frente da seleção nipônica no saldo de gols (-1 a -4).

O Brasil fechou a primeira fase na liderança do Grupo A, com sete pontos, oriundos das vitórias sobre Bolívia (3×0) e Peru (5×0), além do empate com a Venezuela (0x0). O duelo decisivo com o Paraguai, seu algoz nas edições 2011 e 2015, está marcado para quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena Grêmio.

O Jogo – O Japão começou melhor e não demorou a abrir o placar. Aos 14 minutos, Okazaki recebeu nas costas da zaga e dividiu com o goleiro Domínguez. Na sobra, Nakajima chutou por cima e marcou. O assistente assinalou impedimento, mas, após consulta ao VAR, o árbitro validou o gol.

O Equador, aos poucos, foi melhorando e conseguiu o empate. Aos 34, após bola levantada na área, a bola sobrou para Arboleda, que encheu o pé para grande defesa de Kawashima. Mas Mena pegou o rebote e empurrou para deixar tudo igual no Mineirão.

Pouco antes do intervalo, o time asiático quase retomou a vantagem com um golaço. Após grande troca de passes a partir do campo de defesa, Miyoshi tocou de primeira para Nakajima, que saiu na cara do gol. O camisa 10, percebendo o goleiro adiantado, tentou por cobertura, mas mandou para fora.

Com o atacante Preciado no lugar do volante Méndez, o Equador voltou mais agressivo para a etapa complementar. E quase virou logo em seu primeiro ataque, quando o chute cruzado de Velasco desviou no meio do caminho e por pouco não entrou na meta nipônica.

Para fazer o Japão reagir, o técnico Hajime Moriyasu trocou de atacantes: saiu o experiente Okazaki para a entrada do jovem Ueda. Logo em sua primeira participação, o garoto quase aproveitou cruzamento da esquerda para desempatar o duelo.

Com os dois times precisando da vitória, o jogo ficou aberto e emocionante no final. Aos 44, Kubo deixou Maeda na cara do gol, mas o atacante bateu em cima de Domínguez. No rebote, Abe isolou por cima. Dois minutos depois, Enner Valencia lançou Preciado, que entrou na área e tocou na saída do goleiro. A bola tirou tinta da trave. No fim, o Japão ainda balançou as redes com Kubo, impedido. Para alegria dos paraguaios.

FICHA TÉCNICA
EQUADOR 1 X 1 JAPÃO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 24 de junho de 2019, segunda-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)
Assistentes: Luis Murillo (VEN) e Rodrigo Correa (BRA) 
VAR: Fernando Rapallini (ARG)
Público: 2.106 pagantes/ 7.623 não pagantes/ 9.729 total
Renda: R$ 301.525,00
Cartão Amarelo: Arboleda, Antonio Valencia e Chicaiza (Equador); Tomiyasu (Japão)
Cartão Vermelho: –
Gols:
EQUADOR: Mena, aos 34 minutos do 1º tempo
JAPÃO: Nakajima, aos 14 minutos do 1º tempo

EQUADOR: Domínguez; Velasco, Arturo Mina, Arboleda e Ramírez; Gruezo, Orejuela e Méndez (Preciado); Mena (Chicaiza), Enner Valencia e Romario Ibarra (Antonio Valencia)
Técnico: Hernán Darío Gómez

JAPÃO: Kawashima; Iwata, Ueda, Tomiyasu, Sugioka; Itakura (Maeda), Shibasaki, Miyoshi (Abe), Nakajima; Kubo e Okazaki (Ueda)
Técnico: Hajime Moriyasu

O post Empate entre Equador e Japão põe Paraguai nas quartas contra o Brasil apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva

Rodrigo Santana é efetivado como treinador do Atlético e diretoria garante apoio

Rodrigo Santana foi confirmado como novo treinador do Atlético (Foto: Bruno Cantini / Atletico)

“O Rodrigo, definitivamente, é o treinador do Clube Atlético Mineiro. Comunico isso com satisfação”, disse Rui Costa. Foi assim que o Atlético confirmou já ter um treinador para a sequência da temporada, na reapresentação, na tarde desta segunda-feira, na Cidade do Galo. O contrato de Santana vai até dezembro de 2019.

O Atlético já tinha procurado outros importantes nomes, como Rogério Ceni, Tiago Nunes e Osório, mas em todos os casos recebeu respostas negativas. A Gazeta Esportiva apurou que em pelo menos um caso o clube recebeu o “não” por ter ganhado a fama de “clube triturador de técnicos”. O ex-goleiro, por exemplo, fez contatos com ex-treinadores atleticanos para saber sobre os bastidores e não teve boas referências.

Rodrigo Santana assumiu o Atlético logo após a saída de Levir Culpi. Ele mudou o patamar do Galo com poucos dias e brigou com o Cruzeiro pelo título do Campeonato Mineiro. O novo técnico ficou como interino por 17 partidas, entre elas Sul-Americana e Brasileirão.

“Não muda nada. Muda só o título, de interino para treinador. O mesmo Rodrigo vai permanecer aqui. O presidente, o Rui e o Marques me deixaram à vontade para trabalhar, me deixaram tranquilo e muito à vontade. Nunca me preocupei com o título de interino. Vai permanecer o mesmo Rodrigo, procurando arrancar o melhor dos atletas sempre. Feliz pela confiança da diretoria. Se não fosse os jogadores também, pelos resultados, não teria essa sequência no meu trabalho. É um momento muito feliz na minha carreira”, destacou Rodrigo.

O post Rodrigo Santana é efetivado como treinador do Atlético e diretoria garante apoio apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Ler artigo completo
Fonte: Gazeta Esportiva